Encontre jóias espirituais: DESTAQUES DE SALMOS 38-44 DA SEMANA DE 13 a 19 DE JUNHO DE 2016

Encontre jóias espirituais: DESTAQUES DE SALMOS 38-44

DA SEMANA DE 13 a 19 DE JUNHO DE 2016

Sal 39:1, 2 De que modo podemos cuidar do que falamos? (w09 15/5 4 § 6; w06 15/5 20 § 11) Refrear nossas palavras na presença de pessoas más demonstra discrição. No nosso ministério, a melhor reação diante de ridicularizadores pode ser o silêncio. Além disso, quando colegas de escola ou de trabalho contam piadas sujas ou usam linguagem vulgar, é sábio permanecer calado, ou sem rir, evitando assim dar a impressão de que achamos graça. “Vou pôr uma mordaça como guarda à minha própria boca”, escreveu o salmista, “enquanto houver um iníquo na minha frente”.

Sal.39:1, 2. Diz: Quando pessoas más buscam informações a fim de prejudicar nossos companheiros cristãos, a coisa sensata a fazer é ‘pôr uma mordaça como guarda da nossa boca’ e ficar calados.

Sal 41:9 Como Jesus aplicou a situação de Davi a si próprio? (w11 15/8 13 § 5; w08 15/9 5 § 11) O Messias seria entregue aos inimigos por um companheiro traidor. Davi profetizou: “O homem que estava em paz comigo, em quem confiei, que comia meu pão, engrandeceu seu calcanhar contra mim.” (Sal. 41:9) Comer pão com outra pessoa era tido como gesto de amizade. (Gên. 31:54) Portanto, o ato de Judas Iscariotes foi uma traição da pior espécie. Jesus chamou a atenção para o cumprimento das palavras proféticas de Davi ao referir-se a seu traidor e dizer aos apóstolos: “Não estou falando a respeito de todos vós; conheço os que tenho escolhido. Mas, é para que se cumpra a escritura: ‘Aquele que costumava alimentar-se do meu pão ergueu o seu calcanhar contra mim.’” — João 13:18.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?

USE UNS DOS ARGUMENTOS ABAIXO

Foi Judas Iscariotes predestinado a trair Jesus? SALMO 41:9. Diz: “O homem que estava em paz comigo, em quem confiei que comia meu pão, engrandeceu seu calcanhar contra mim.” (Note que a profecia não especifica qual dos associados íntimos de Jesus seria. Jeová sabia que o Diabo usara o conselheiro de Davi, Aitofel, para traí-lo, e Ele fez com que isso fosse escrito porque demonstrava como o Diabo operava e o que ele faria no futuro. Isto me ensinou que não foi Deus, mas “o Diabo . . . [que pôs] no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse [a Jesus]”. [João 13:2] Em vez de resistir, Judas cedeu à influência satânica.)

——————————————————————————————————————-

O Rei Davi disse a respeito daqueles que o odiavam e que procuravam matá-lo no SALMO 38:12. “O dia inteiro murmuram [uma forma de ha·gháh] enganos.” Estas meditações não eram meras idéias passageiras. Estavam profundamente arraigadas no coração deles, estando eles inclinados para com este empenho iníquo. Jesus disse aos que o odiavam: “Por que estais raciocinando essas coisas em vossos corações?” (Mr 2:8). Paulo falou que todos os que querem ‘suprimir a verdade de modo injusto’: “tornaram fúteis, e o seu coração insensato ficou obscurecido..” Isto me ensinou que tal meditação mostra ser fatal para os que se entregam a ela. — Ro 1:18, 21.

——————————————————————————————————————-

É correto estar ansioso quanto a fazer aquilo que agrada a Jeová Deus, a fim de não perder as bênçãos usufruídas pelos servos devotados dele. Quem for culpado de grave transgressão deveria sentir-se assim como o salmista que diz no SALMO 38:18 “Comecei a inquietar-me do meu pecado.” Isto me ensina que a correta preocupação por causa dum pecado conduz à confissão, ao arrependimento e a se desviar do proceder errado, restabelecendo assim uma boa relação com Jeová.

Que pontos da leitura posso usar no ministério?

USE UNS DOS DESTAQUES ABAIXO

Refrear nossas palavras na presença de pessoas más demonstra discrição. No nosso ministério, a melhor reação diante de ridicularizadores pode ser o silêncio. Além disso, quando colegas de escola ou de trabalho contam piadas sujas ou usam linguagem vulgar, é sábio permanecer calado, ou sem rir, evitando assim dar a impressão de que achamos graça. (Efé. 5:3) Se fizermos isto estaremos obedecendo a Jeová conforme relata o SALMO 39:1.

 “Vou pôr uma mordaça como guarda à minha própria boca”, “enquanto houver um iníquo na minha frente”. 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O SALMO 39:1,2. Aconselha-nos que quando pessoas más buscam informações a fim de prejudicar nossos companheiros cristãos, a coisa sensata a fazer é ‘pôr uma mordaça como guarda da nossa boca’ e ficar calados.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O SALMO 40:1,2. Aconselha-nos a esperar em Jeová para sermos ajudados a lidar com a depressão e a sair de um poço de águas ruidosas (lago horrível) do charco lamacento (charco de lodo). E pôs os meus pés sobre um rochedo firmou os meus passos.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O SALMO 40:5,12. Fortalece-nos dizendo que nem calamidades nem falhas pessoais, não importa quantas sejam, vão nos derrubar se mantivermos em mente que nossas bênçãos ‘são mais numerosas do que podemos narrar’.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Pode também haver ocasiões em que é sábio dizer muito pouco. Ou talvez até mesmo ficar calado. Este talvez seja o melhor proceder, quando homens maus procuram armar-lhe laços ou divertir-se às suas custas, sem terem o desejo sincero de obter respostas às suas perguntas. O salmista Davi disse noSALMO 39:1,2. “Vou pôr uma mordaça como guarda à minha própria boca enquanto houver um iníquo na minha frente.” Especialmente nos países onde há ferrenha oposição ao verdadeiro cristianismo é preciso distinguir entre o “tempo para ficar quieto” e o “tempo para falar”. — Ecl. 3:7.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Não temos motivo para duvidar da onipotência do Criador e de sua ilimitada sabedoria. Sabendo que podia confiar plenamente em Jeová e refugiar-se nele, Davi escreveu no SALMO 40:4. “Feliz o varão vigoroso que pôs a sua confiança em Jeová.” Se fizermos as coisas à maneira de Jeová, ainda que os nossos sentimentos e emoções nos inclinem na direção contrária, obteremos sempre os melhores resultados possíveis. “Isso gera felicidade, pois a maneira de Jeová é sempre a melhor.”

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Davi tentava assimilar plenamente a lei de Deus. Ele cantou no SALMO 40:8.“Agradei-me em fazer a tua vontade, ó meu Deus, e a tua lei está nas minhas partes internas.” Davi estudava a lei de Deus e meditava profundamente nela. Confiava na sabedoria dos mandamentos de Jeová. Assim, Davi ansiava obedecer não só a letra, mas também o espírito da Lei mosaica. No nosso estudo da Bíblia, é sábio meditar no que lemos e guardar isso no coração para podermos determinar o que agrada a Jeová em cada situação que se apresenta.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Em Hebreus 10:5-10, informa-se-nos quanto Jesus apreciava o proceder sacrificial que era a vontade de Deus para ele, e que estava determinado a cumprir essa vontade. Isto se baseia nas palavras de Davi, em SALMO 40:6-8.É de máximo proveito que consideremos este modelo de devoção e o imitemos, a fim de recebermos a aprovação de Deus.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O SALMO 40:11. Diz: “Resguardem-me constantemente a tua benevolência e a tua veracidade.” Isto mostra que Jeová resguarda os que têm esperança nele, por que aquele que faz a vontade Dele permanece para sempre.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

SALMO 41:1,2. Diz: “Feliz aquele que tiver consideração para com o de condição humilde”, escreveu Davi. Ele continuou: “No dia da calamidade Jeová o porá a salvo. O próprio Jeová o guardará e preservará vivo. Será chamado feliz.”A bondade de Davi para com Mefibosete, filho aleijado de Jonatã, o amado amigo de Davi, é um exemplo da atitude correta que se deve ter para com os humildes. E o que dizer de nós. Será que estamos cultivando dentro de nós um espírito de humildade assim como Davi?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Jeová é solidário com os doentes entre o seu povo. Além disso, está disposto a ajudar. É possível que Davi estivesse gravemente doente quando escreveu a respeito de como Deus trata um justo que adoece. Davi disse no SALMO41:1,3,7,8. “O próprio Jeová o amparará no divã de enfermidade; certamente transformarás toda a sua cama durante a sua doença.” A confiança que Davi tinha em Deus continuou forte, e por fim o rei se recuperou da doença. Quando acometidos por doença, um modo correto de mostrarmos confiança em Jeová é rogar a ele por meio de oração para que nos ajude a perseverar.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Entre as bênçãos que Jeová concedeu a todos os humanos está a faculdade regeneradora do seu organismo físico, a capacidade do corpo de curar a si mesmo quando ferido ou enfermo. O salmista Davi reconheceu isto no SALMO41:1-3. Que, embora ele nascesse imperfeito, seu Criador era capaz de sustentá-lo durante enfermidades e curá-lo de todos os seus males. Jeová restabeleceu a saúde física do afligido Jó. E Ele proveu também curas físicas para o seu povo Israel. Se Jeová fez isto no passado, imagine o que Ele fará no futuro, quando transformar a terra no paraíso. Vai cumprir assim a profecia de Isaías 33:24 que escreveu sobre o tempo em que “nenhum residente dirá: ‘Estou doente’”

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Quando um dos servos de Deus fica fisicamente doente, é correto que ele ore a Jeová pedindo a necessária fortitude para suportar o padecimento e força espiritual para manter a integridade durante este período de fraqueza na carne. Como diz o SALMO 41:1-3. “O próprio Jeová o amparará no divã de enfermidade.” Entretanto, se alguém aceitasse sangue no seu organismo, como tratamento da doença, isto violaria a lei de Deus.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O Rei Davi falou em sentido figurado sobre seu companheiro traiçoeiro, Aitofel no SALMO 41:9.  dizendo: “[Ele] engrandeceu seu calcanhar contra mim.” Isto teve cumprimento profético em Judas Iscariotes, a quem Jesus aplicou esse texto, dizendo: “Aquele que costumava alimentar-se do meu pão ergueu o seu calcanhar contra mim.” (Jo 13:18) Assim, esta expressão indica uma ação traiçoeira, que ameaça causar dano à pessoa contra quem o calcanhar é ‘engrandecido’ ou ‘erguido’.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

É bem possível que Jeová tenha fortalecido Davi por trazer-lhe à mente pensamentos consoladores. É digno de nota o que Davi disse no SALMO 41:12. “Sustentaste-me por causa da minha integridade.” Também é possível que Davi tenha encontrado forças por refletir no fato de que, apesar de sua condição enfraquecida e das coisas más que seus inimigos diziam a seu respeito, Jeová o considerava um homem de integridade. Por fim, ele se recuperou da doença. Isto é reanimador pra mim saber que Jeová pode amparar os doentes.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Visto que a integridade é a questão central no julgamento que Jeová faz de nós, ela é essencial para a nossa esperança com relação ao futuro. Davi sabia disso e relatou isto no SALMO 41:12. Ele prezava a esperança de receber para sempre a atenção favorável de Deus. Assim como os cristãos verdadeiros hoje, Davi esperava ganhar a vida eterna e achegar-se cada vez mais a Jeová à medida que o servisse. Ele sabia da importância de manter a integridade para poder ver a realização dessa esperança. De modo similar, Jeová nos apóia nos ensina nos guia e nos abençoa ao passo que mantemos a integridade.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

SALMO 42:1-3. Assim como uma cerva numa região árida anseia por água, o levita ansiava por Jeová. A tristeza dele por não poder adorar a Jeová em Seu santuário era tão grande que ‘suas lágrimas se tornaram para ele alimento de dia e de noite’, ou seja, ele perdeu o apetite. Não devemos cultivar profundo apreço pelo privilégio de adorar a Jeová com nossos irmãos? Sim porque esse é um privilégio impar sem igual.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

SALMO 42:4,5,11 e SALMO 43:3-5. Se por alguma razão além de nosso controle ficarmos separados temporariamente da congregação cristã, lembrar-nos do alegre companheirismo que tínhamos no passado pode nos sustentar.Embora de início isso possa aumentar a dor da solidão, também nos lembrará que Deus é nosso refúgio e que precisamos esperar nele para obter alívio.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

SALMO 44:19 — O que era o “lugar dos chacais”? Talvez o salmista estivesse se referindo a um campo de batalha, onde os mortos se tornam alimento para os chacais.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Podemos enfrentar provas de fé com alegria porque Deus é nosso Refúgio. Isto é evidenciado nos SALMOS 42 e 43. Por alguma razão, certo levita estava no exílio. Ele sentiu tanta falta da adoração no santuário de Deus, que se sentiu como uma cerva, ou corça, que anseia água numa região seca e estéril. Ele estava ‘sedento’, ou almejante, de Jeová e do privilégio de adorar a Deus no Seu santuário conforme relatado no SALMO 42:1,2. O que este exilado passou deve induzir-nos a mostrar gratidão pela associação que usufruímos com o povo de Jeová.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Falando sobre a confusão emocional que estava sentindo, um salmista bíblico escreveu no SALMO 42:7. “Água de profundeza clama a água de profundeza ao som dos teus jorros de água.” Embora não possamos afirmar que o salmista estivesse se referindo a trombas-d’água, seus sentimentos poderiam ser muito bem representados por esse fenômeno. Ele disse que sua alma estava ‘desesperada’ e ‘turbulenta no seu íntimo’. Contudo, Jeová o consolou. Assim como o salmista, talvez passemos por dificuldades que podem ser comparadas aos ventos tempestuosos de um tornado sobre o mar. Mas se esperarmos por Deus, ele nos salvará de todas elas.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Não importa o que o mundo em geral faça, porém, os cristãos genuínos recorrerão a Jeová como verdadeira Fonte de luz. Sua oração é semelhante à registrada no SALMO 43:3, que diz: “Envia tua luz e tua verdade. Guiem-me estas mesmas. Façam-me elas chegar ao teu santo monte e ao teu grandioso tabernáculo.” Jeová continua a responder a essa oração dos seus servos leais. Se fizermos desta obra a coisa mais importante em nossa vida, então a luz e a verdade de Deus realmente nos guiam como disse o salmista.

Anúncios

2 comentários sobre “Encontre jóias espirituais: DESTAQUES DE SALMOS 38-44 DA SEMANA DE 13 a 19 DE JUNHO DE 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s