Jesus ressuscitou com que corpo? Carnal glorificado ou espiritual?

jesus

Com base nas escrituras provaremos que Jesus ressuscitou com corpo espiritual, em contraste, a maioria das religiões da cristandade alega que Jesus ressuscitou com corpo “carnal glorificado”.

 

O tema será abordado da seguinte forma:

  • Jesus: Seu corpo e a sombra do que viria.
    • – Sacrifícios e o Cordeiro da Páscoa
    • – Sua carne e o véu do Tabernáculo
  • O que houve com o corpo de Jesus?
  • Evidências textuais

3.1- Diretas

3.2- Indiretas

  • A “regra celestial”
  • Respondendo a supostas contradições
  • Implicações em outras doutrinas básicas da cristandade

 

  • Jesus: Seu corpo e a sombra do que viria.

Colossenses 2:17 diz: “Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo.” (NVI) Podemos encontrar muitos paralelos ao analisarmos os antigos preceitos da Lei comparados a Jesus Cristo. No que se refere a seu corpo pós ressurreição isso também ocorre. Analisemos as duas evidências a seguir:

 

  • – Sacrifícios e o Cordeiro da Páscoa

A Páscoa judaica era celebrada no dia 14 do primeiro mês, nisã. Ela era uma celebração que dentre outras coisas exigia o sacrifício de um cordeiro. (Vamos nos ater exclusivamente a esse requisito da Páscoa) – Êxodo 12:3, 6, 24-27.

Em João 1:29, João Batista identificou Jesus como o “Cordeiro de Deus”.

Em 1 Coríntios 5:7 Jesus é identificado como sendo o “Cordeiro Pascal que foi sacrificado”.

O que acontecia com o corpo do cordeiro que era ofertado na Páscoa?

“(…) comerão a carne assada no fogo . . . Não deixem sobrar nada até a manhã. Caso isso aconteça, queimem o que restar”. – Êxodo 12:8-10.

O corpo do cordeiro da Páscoa era totalmente eliminado após a celebração por ser “queimado”. Ou seja o animal era dado por completo em sacrifício e seu corpo não poderia ser reaproveitado.

Em Lucas 22:19 o próprio Jesus declarou que “seu corpo” seria “dado” em benefício da humanidade, caso ele tomasse de volta, isso não poderia ter se cumprido.

Da mesma forma a Bíblia compara os demais sacrifícios ao sacrifício feto por Jesus Cristo. Hebreus 10:1 diz: “A Lei traz apenas uma sombra dos benefícios que hão de vir, e não sua realidade. Por isso ela não consegue mediante os mesmos sacrifícios repetidos ano após ano, aperfeiçoar os que se aproximam para adorar.” Daí Hebreus 10:5- 7 faz o seguinte contraste com respeito a Cristo: “Por isso, quando Cristo veio ao mundo disse: ‘Sacrifício e oferta não quiseste, mas um corpo me preparaste; de holocaustos e ofertas pelo pecado não te agradastes. Então eu disse: Aqui estou! No livro está escrito a meu respeito; vim para fazer a tua vontade, ó Deus’”.

Diferente dos sacrifícios de animais que tinham que ser realizados repetidas vezes, o “corpo” de Jesus foi dado em sacrifício “uma só vez para sempre”. Ele não pegaria novamente esse corpo pois esse foi dado em sacrifício, se pegasse de volta o sacrifício não seria eterno.

“Pelo cumprimento dessa vontade fomos santificados, por meio do sacrifício do corpo de Jesus Cristo, oferecido uma vez por todas. (…) esse sacerdote acabou de oferecer, para sempre, um único sacrifício pelos pecados” – Hebreus 10:10, 12.

O que concluímos desta sessão?

  • Assim como o corpo dos cordeiros oferecidos na Páscoa deviam ser eliminados, assim também o corpo que Jesus ofereceu em sacrifício na Páscoa teve que ser eliminado. – Compare Êxodo 12:8-10 com 1 Coríntios 5:7.
  • O próprio Jesus disse que seu corpo seria dado. – Lucas 22:19.
  • Os sacrifícios repetidos oferecidos pelos sacerdotes também foram comparados com o sacrifício único e eterno de Jesus, o seu corpo, portanto ele não poderia pegá-lo novamente. – Hebreus 10:1, 10, 12.
  • Portanto essas evidências mostram que Jesus não poderia ter pego novamente o seu corpo sacrificado pois isso invalidaria o sacrifício eterno!

 

  • – Sua carne e o véu do Tabernáculo.

Hebreus 9:1-4 mostra que no tabernáculo havia um véu que fazia uma separação entre o “Lugar Santo” e o “Santo dos Santos”. Esse último somente o Sumo Sacerdote podia entrar após fazer um sacrifício pelos seus pecados e pelos pecados que o povo havia cometido por ignorância. – Hebreus 9:7.

A Bíblia mostra que o tabernáculo era uma representação do próprio céu e isso revela algo interessante:

“Dessa forma, o Espírito Santo estava mostrando que ainda não havia sido manifestado o caminho para o Santo dos Santos enquanto permanecia o primeiro tabernáculo . . . Cristo não entrou em santuário feito por homens, uma simples representação do verdadeiro; ele entrou nos céus, para agora se apresentar diante de Deus em nosso favor” – Hebreus 9:8, 24.

Hebreus 9:24, 25 diz que Jesus entrou no céu, que é o verdadeiro lugar Santo dos Santos ou Santíssimo.

O sacrifício de Jesus não apenas lhe deu autoridade para entrar no Santíssimo, ou Santo dos Santos, mas abriu caminho para que outros humanos também pudessem entrar no céu. No entanto a carne de Jesus, isto é seu corpo, funcionava como um impedimento para que ele pudesse acessar o Verdadeiro Santíssimo, o céu. Por isso sua carne, ou corpo, é comparada ao véu que separava o Santo do Santíssimo.

 “(…) temos plena confiança para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo.” – Hebreus 10:19, 20.

Somente por eliminar totalmente seu corpo de carne é que foi possível que ele tivesse acesso ao céu, o Santo dos Santos, pois o versículo copara seu corpo ao véu.

 

O que concluímos desta sessão?

  • Que Jesus só pode ter acesso ao céu após se livrar de seu corpo de carne. – Hebreus 10:19, 20.

 

 

  • O que aconteceu com o corpo de Jesus?

Lucas 22:19 – O corpo de Jesus foi dado em benefício da humanidade

Lucas 24:2-6, 22, 23 – O corpo de Jesus não foi encontrado

João 20:3, 6-9, 13 – O corpo de Jesus não estava no sepulcro

Atos 2:27 e 13:35 – Seu corpo não se decompôs

Talvez alguns aleguem que seu corpo não foi encontrado por que ele havia ressuscitado, porém muitos não o reconheceram pelo seu corpo após sua ressurreição, isso prova que Jesus não estava com seu mesmo corpo.

Mateus 28:17 – Jesus não foi reconhecido instantaneamente pela sua aparência

Lucas 24:15, 16 – Os discípulos não discerniram pela aparência corporal que era Jesus

João 20:14, 15 – Após ressurreição Jesus não foi reconhecido e ainda foi confundido por Maria com um jardineiro

Compare esses relatos aos demais relatos de ressurreição onde as pessoas voltaram a viver com o mesmo corpo físico. Tomemos Lázaro como exemplo:

João 11:43-45; 12:9 – Quando Lázaro foi ressuscitado não houve dúvidas de que aquele homem estava novamente vivo. Lázaro estava ali no meio de todos, com seu mesmo corpo, ninguém podia duvidar disso, diferente do que aconteceu no caso de Jesus. (Mateus 28:17; João 20:24, 25) A ressurreição de Lázaro foi tão notória que alguns líderes judeus planejaram matá-lo por que as pessoas passavam a depositar fé em Cristo por causa dessa evidência, não havia dúvida de que era o mesmo homem, com o mesmo corpo. – João 12:10, 11.

Esses relatos deixam evidente que Jesus não usou o seu mesmo corpo quando ressuscitou. Agora vejamos evidências de que ele ressuscitou num corpo espiritual:

Lucas 24:31 – Jesus desaparece na frente de todos

Lucas 24:36 – Jesus aparece de repente no meio dos discípulos

João 20:19 – Jesus entrou numa sala onde as portas estavam trancadas aparecendo repentinamente no meio dos discípulos

João 20:26 – Novamente Jesus entra na sala que estava com as portas trancadas aparecendo repentinamente no meio deles

Todas essas evidências deixam claro que Jesus, após sua  ressurreição não mais possuía um corpo carnal, mas sim espiritual.

 

  • Evidências textuais

3.1 – Diretas

1 Timóteo 3:16 – “(…) manifestado em corpo, justificado no espírito . . . recebido na glória” (Esse texto mostra que o corpo de Jesus foi apenas uma “manifestação”, ele não o possui eternamente, pelo contrário, ele foi justificado, ou provado justo no “espírito”, isso aconteceu após sua morte sem pecado. – Romanos 5:18, 19; 6:7.)

1 Pedro 3:18 – “morto na carne, vivificado no espírito

 

3.2 – Indiretas

2 Coríntios 5:16 – “antes conhecemos Cristo segundo a carne, agora não o conhecemos deste modo”

Efésios 2:15 – “aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças” (Se Jesus assumisse novamente seu corpo então a Lei teria que voltar a vigorar, por que foi por meio de sua carne que ele aboliu a Lei)

Hebreus 5:7 – Fala de Jesus “nos dias da sua carne” se referindo a ele antes de sua ressurreição. (Aqui o escritor faz uma referência aos “dias da carne” de Jesus como tendo sido um evento passado e que ocorreu antes de sua ressurreição. Se Jesus ainda fosse de “carne” essa expressão não poderia se referir a apenas certo momento do passado, na verdade ela até confundiria o leitor.)

Apocalipse 5:9 – “pois foste morto e com teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, língua, povo e nação”. (O sangue de Jesus serviu como um pagamento, uma compra por assim dizer. Se ele pegasse esse sangue de volta junto com seu corpo ele teria que devolver o que tinha pago pois recebeu de volta aquilo que havia dado como  moeda de compra, isto é, seu sangue. Em outras palavras, se Jesus retomasse seu corpo o resgate não poderia ter sido pago)

 

4 – A “Regra Celestial”

Carne e sangue não podem herdam o Reino de Deus” – 1 Coríntios 15:50.

Após sua ressurreição, Jesus herdou o Reino de Deus, foi elevado aos céus. – Romanos 8:34; Hebreus 10:12.

Portanto Jesus não poderia ter um corpo de carne e sangue.

 

Mas talvez aleguem que ele tinha corpo de carne e sangue, mas “glorificado”, será mesmo?

Primeiro que não existe a expressão “corpo de carne glorificado” com referencia a Jesus.

 

O que é um “corpo glorificado”?

“Há corpos celestes e há também corpos terrestres, mas o esplendor dos corpos celestes é um, e dos corpos terrestres é outro” – 1 Coríntios 15:40.

A bíblia diz que Jesus foi recebido no céu “em glória”. (1 Timóteo 3:16) em outras palavras os corpos celestes é que são os “corpos glorificados”.

 

O corpo celeste é de carne ou espiritual?

Se há corpo natural, há também corpo espiritual . . . Os que são da terra são semelhantes ao homem terreno; os que são do céu, ao homem celestial” – 1 Coríntios 15:44, 48.

Esse texto mostra que existe uma diferença entre o corpo terrestre e o celestial.

O terrestre é o que nós conhecemos, é de “carne”: Nem toda carne é a mesma: os homens têm uma espécie de carne, os animais têm outra, as aves outra, e os peixes outra.– 1 Coríntios 15:39.

Portanto o corpo terrestre é de carne, e o celestial?

Assim está escrito: “O primeiro homem, Adão, tornou-se um ser vivente”; o último Adão, espírito vivificante. Não foi o espiritual que veio antes, mas o natural; depois dele, o espiritual. O primeiro homem era do pó da terra; o segundo homem, do céu.” – 1 Coríntios 15:45-47.

De acordo com esse texto o corpo celestial é espiritual.

Jesus recebeu um corpo espiritual ao ressuscitar. Ele é chamado de “primogênito dentre os mortos” por que foi o primeiro a ser ressuscitado para a vida eterna celestial. (Colossenses 1:18) Assim também ele abriu caminho para que muitos ressuscitassem da mesma forma que ele, e portanto também receberão corpo espiritual. – 1 Coríntios 15:20, 22, 23, 35, 45-49.

 

5 – Respondendo supostas contradições

 

O que dizer dos relatos onde Jesus aparece comendo, é tocado e diz que possui corpo de carne e osso?

Lucas 24:30, 41-43 – Jesus comeu com eles

Lucas 24:39 – Jesus diz que não é um espírito e diz que possui carne e ossos, pedindo para que toquem nele

João 20:17 – Maria o segurou

João 20:20 – Ele mostrou seus ferimentos aos discípulos

João 20:27 – Tomé encostou nas marcas dos pregos nas mãos de Jesus

 

É importante salientar que essas coisas que Jesus fez foram na verdade “sinais miraculosos” ou seja, “milagrosamente” Jesus se deu a conhecer de diversas maneiras, provando que havia sido ressuscitado:

Jesus realizou na presença dos seus discípulos muitos outros sinais miraculosos, que não estão registrados neste livro – João 20:30.

 

  • Jesus embora se mostrasse com corpo materializado realizava coisas impossíveis a um corpo de carne.
  • Lucas 24:31 – Jesus desaparece na frente de todos
  • Lucas 24:36 – Jesus aparece de repente no meio dos discípulos
  • João 20:19 – Jesus entrou numa sala onde as portas estavam trancadas aparecendo repentinamente no meio dos discípulos
  • João 20:26 – Novamente Jesus entra na sala que estava com as portas trancadas aparecendo repentinamente no meio deles

 

  • Jesus se apresentou com diferentes corpos em diferentes ocasiões
  • Mateus 28:17 – Sua aparência não indicava que era o próprio Jesus, alguns discípulos duvidaram.
  • Lucas 24:15, 16 – Os discípulos o confundiram com um simples visitante de Jerusalém
  • João 20:14, 15 – Maria o confundiu com um jardineiro

 

  • O fato de Jesus ter comido ou ter se materializado para que seus discípulos pudessem tocá-lo também não indica que ele tinha um corpo de carne:
  • Gênesis 6:2, 4 – Nos dias de Noé anjos se materializaram e foram capazes inclusive de ter relações sexuais com mulheres e lhes geraram filhos. – Judas 6.
  • Gênesis 18:2, 7, 8; 19:1, 12 – Anjos nos dias de Abraão se materializaram e tomaram uma refeição com ele. Inclusive foram chamados de “homens”.
  • Juízes 13:3, 6 – Um anjo também é chamado de “homem de Deus”, certamente por sua materialização.

 

E o que dizer do sinal de Jonas (Mateus 16:4; Jonas 1:17) e do fato de Jesus dizer que reconstruiria o templo em 3 dias ,(João 2:18-22) não deveria ser o mesmo corpo?

O Sinal de Jonas – Embora possua algumas representações similares, o fato do corpo de Jonas ter sido o mesmo após sair do grande peixe não possui relação com o sinal descrito por Jesus. Isso é querer encontrar literalidade onde não há. O ponto desse sinal é a restrição por 3 dias que Jonas teve dentro do peixe com a que Jesus teve na morte. – Jonas 1:17; Mateus 12:40.

O Templo, seu corpo. – Esse texto não obriga que a ressurreição de Jesus seja corporal. Jesus usou de uma metáfora com aplicação a sua ressurreição, esse é o tema. O corpo representava o templo. Da mesma forma como a reconstrução do templo usou materiais novos e não suas antigas ruínas, Jesus também teria de assumir um novo corpo ao ressuscitar. No entanto o foco de suas palavras aqui é sua ressurreição, não visa esclarecer com que espécie de corpo ressuscitaria. – João 2:18, 22.

 

  • – Implicações em outras doutrinas básicas da cristandade

 

Implicação na TRINDADE

Para aqueles que defendem a idéia que Jesus é o Deus supremo, Todo-Poderoso, crer que Jesus possui hoje um corpo de carne glorificado cria um grande obstáculo para harmonizar tais doutrinas. – João 10:35.

 

João 4:24; 2 Coríntios 3:17 – Afirmam que DEUS é ESPÍRITO

LOGO: Se Jesus NÃO é ESPÍRITO NÃO pode ser Deus, por que Deus É espírito.

 

Obs: Mesmo sendo espírito isso também não o obrigaria a ser Deus, mas poderia ser um anjo também. (Hebreus 1:13, 14) No entanto o fato de ele NÃO ser um ESPÍRITO já o desqualifica como “POSSIBILIDADE”, ou seja, torna “IMPOSSÍVEL” que Jesus seja Deus.

 

 

Implicação no atributo: ONIPRESENÇA

Se o corpo de Jesus está preso as regras físicas de um corpo de carne, tampouco ele pode ser onipresente como afirma a cristandade.

 

Obs: Mesmo sendo espírito isso também não o obrigaria a possuir esse atributo. Deus é espírito, porém habita nos céus, não é onipresente. – Mateus 6:9.

 

 

Implicação em questões lógicas

Jesus se tivesse um corpo físico, mesmo que glorificado, teria necessidades fisiológicas, teria que dormir, comer, etc (Pois esse argumento é usado para provar que sua ressurreição foi física, o fato de ele ter comido com os apóstolos – Lucas 24:41-43)

 

Diante do exposto podemos concluir que, sem sombra de dúvidas, Jesus ressuscitou com corpo espiritual, tendo como base:

  • Comparação do corpo de Jesus com o Cordeiro Pascal;
  • Comparação do corpo de Jesus com o véu do tabernáculo;
  • O fato do corpo de Jesus não ter sido encontrado;
  • O fato de as pessoas não reconhecerem Jesus por sua aparência física após sua ressurreição;
  • O fato de Jesus ter realizado coisas que somente um corpo espiritual poderia realizar, como aparecer e desaparecer subitamente e atravessar portas;
  • Evidências diretas de textos que afirmam que Jesus ressuscitou com corpo espiritual;
  • Evidências indiretas, onde o texto bíblico deixa implícito esse fato apesar de não estar abordando diretamente sobre o tema;
  • O fato de Jesus estar no céu e que para isso existe uma regra que obriga a pessoa a ser um “ser espiritual”;
  • O fato de que todas as realizações feitas por Jesus, que dêem a entender que ele tinha um corpo físico possuírem paralelos nas escrituras onde outros seres espirituais também haviam se materializado.

 

A menos que seja indicada outra fonte, todas as publicações citadas são produzidas pelas Testemunhas de Jeová.
Anúncios

8 comentários sobre “Jesus ressuscitou com que corpo? Carnal glorificado ou espiritual?

  1. peterw says:

    Esse artigo é falho, pois a própria tradução do novo mundo confirma que Jesus voltou em carne e osso: ” 6 Depois disso ele apareceu a mais de 500 irmãos de uma só vez,+ a maioria dos quais ainda está conosco, embora alguns já tenham adormecido na morte. 7 Depois apareceu a Tiago+ e, então, a todos os apóstolos.” 1 Cor. 15,6.

    Curtir

    1. Defensor Jw says:

      Obrigado por acessar. Não sei se você leu a matéria ou se apenas é crítico das Testemunha de Jeová, que procura em tudo ser contra as Testemunhas de Jeová e não analisa os fatos. Bom, o fato de ser visto não faz dele carnal, por exemplo os anjo que foram visto até comeram e na época de Noé fizeram até relações sexuais com as mulheres (Isso esta no artigo) nem por isso faz deles carnal. Peço que o amigo leia novamente (se caso ja leu, se não leia) para que possa sanar essa duvida. Não critique antes de analisar os fatos, e se for criticar que seja construtiva. Obrigado!

      Curtir

  2. peterw says:

    Olá, perdoe-me se o ofendi. Eu refuto o que a própria Palavra de Deus confirma. Veja em Mateus 28.9: “E, indo elas, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram.” 1º) esse fato aconteceu após a ressurreição de Jesus 2º) elas prontamente reconheceram que aquela pessoa era o próprio Jesus 3º) é impossível abraçar os pés de alguém se essa pessoa não for carnal. Portanto, não sou eu quem critica, mas a própria Palavra de Deus evidencia o fato corretamente.

    Curtir

    1. Defensor Jw says:

      Será que todos reconheceram ele?
      “E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. Mateus 28:17”

      Então, Jesus não foi reconhecido instantaneamente pela sua aparência.

      “Carne e sangue não podem herdam o Reino de Deus” – 1 Coríntios 15:50.

      Após sua ressurreição, Jesus herdou o Reino de Deus, foi elevado aos céus. – Romanos 8:34; Hebreus 10:12.

      Portanto Jesus não poderia ter um corpo de carne e sangue.

      Eu não vou fica refutando coisa que já esta no texto.

      Anjo também é ser espiritual, correto?
      me explica esses pontos ( estão no texto).

      O fato de Jesus ter comido ou ter se materializado para que seus discípulos pudessem tocá-lo também não indica que ele tinha um corpo de carne:
      Gênesis 6:2, 4 – Nos dias de Noé anjos se materializaram e foram capazes inclusive de ter relações sexuais com mulheres e lhes geraram filhos. – Judas 6.
      Gênesis 18:2, 7, 8; 19:1, 12 – Anjos nos dias de Abraão se materializaram e tomaram uma refeição com ele. Inclusive foram chamados de “homens”.
      Juízes 13:3, 6 – Um anjo também é chamado de “homem de Deus”, certamente por sua materialização.

      Agora leia o texto por favor!

      Curtir

  3. Roney Santos says:

    Boa noite! Bem se Jesus teve seu corpo de volta segundo o relato de João 20:24-29 onde conhecemos muito bem.
    Jesus mostra para Tomé as marcas dos pregos para ele e para os outros discípulos. Bem ninguém precisa ser um Médico para saber disso! Basta relembrar alguns acontecimentos em nossas próprias vidas que ver o que estou dizendo é FISICAMENTE IMPOSSÍVEL alguma se manter de Pé depois de ter SOFRIDO os Tratos de que nosso Senhor Jesus Cristo recebeu! Um exemplo é: quando ele morreu um oficial FUROU um dos seu lado e saiu sangue e água ( Mateus 27:49 e João 19:34 ) Um homem que recebe uma perfuração no seu corpo onde se sai sangue e água tudo indica que foi uma perfuração bastante funda e nada confortável. Isso em 3 ou 6 dias causaria um certo incômodo na própria pessoa! Agora imagina o corpo inteiro de CRISTO que foi esmurrando que foi chicoteado e por último que foi aplicado em seu corpo PREGOS que para sustentar seu corpo não era preguinhos iguais a esses que pregamos na parede para pendurar guadros. Congue se sentir as dores de Jesus ao decorrer das marteladas e aos poucos os pregos perfurando sua carte!?

    O que estou querendo dizer é que pelo seu estado físico nenhum homem pode andar depois de 3 dias ( se sendo que ele estava morto então não haveria a cicatrização das feridas e cortes e hematomas etc como acontece com todo ser vivo) Jesus não teria condições de fazer isso logo depois de 3 dias.
    A BÍBLIA não diz nada de que Jesus usou o seu poder ou recebeu um milagre do seu Pai Jeová. Se alguém dizer que ocorreu, isso é mentira porque o próprio Jesus e seus discípulos fizeram milagres com uma ou mas testemunhas presente no ato.
    Em fim falando do lado físico de uma pessoa, ninguém teria condições normais para sair andando depois de ter sofrido vários tratamentos brutais como foi do nosso senhor! Se alguém dizer que estou errado pois bem que tal você mesmo passar uma noite sem dormir sendo tratado como o pior bandido e sofrer os mesmos Tratos de Jesus Cristo….depois de 3 dias você vem aqui e deixa eu ti abraçar e fazer gestos de alegrias de uma pessoa tão amada e querida por muitos! Duvido que você não vai dizer: AÍ DEVAGAR QUE TA DOENDO AINDA!
    Vou concluir dizendo as mesmas palavras de Jesus a Tomé:Pare de dúvidar e crê ou acredite …! Que Jesus foi ressuscitado em corpo ESPIRITUAL.
    Att R.Santos

    Curtir

    1. peterw says:

      R. Santos, sua tese é totalmente furada e sem sentido. A própria Trad. Novo Mundo declara: “Depois, disse a Tomé: “Coloque o dedo aqui e veja as minhas mãos; estenda a mão e coloque-a no meu lado. Pare de duvidar* e acredite.” 28 Em resposta Tomé lhe disse: “Meu Senhor e meu Deus!”. Se Tomé tocou em algo, ele tocou em algo material ou carnal. Não há como tocar no fisicamente no espiritual. Jesus, inteligentemente, mandou Tomé tocar no lado Dele para sentir que era o próprio Jesus que havia morrido e voltado.

      Curtir

      1. Defensor Jw says:

        Peterw,

        Você está argumentando em círculos, não fala nada de novo. Já lhe foi falado que Cristo “MATERIALIZOU” um corpo carnal naquele instante.

        O versículo 26 de João 20 também relata o episódio de Tomé e revela um fato que lhe passou despercebido: Jesus apareceu no meio deles com as portas AINDA TRANCADAS.

        Fica claro assim que Jesus deve ter materializado instantaneamente um corpo físico de carne. Um corpo humano não atravessa portas fechadas. Isto é algo que nenhum homem de carne podia ter feito. Mas é algo que pessoas espirituais podiam fazer por se materializarem.

        O seguinte link lhe dará explicações adicionais:

        https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2014/02/28/possui-jesus-no-ceu-um-corpo-humano-e-jesus-homem-eternamente/

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s