“Senhor” é o mesmo que “Deus?” (Parte I).

730

 

Alguns afirmam que Senhor é o mesmo que Deus. Seguindo essa linha de raciocínio chegam à conclusão que Jesus é Deus. No entanto, como eles chegam a essa conclusão?

 

Para ter certeza, muita confusão surgiu a partir da substituição do nome de Deus pelo titulo Senhor. No entanto, as escrituras vão lançar luz sobre esta questão. Vamos descobrir que não é possível provar que Jesus é o “Senhor”(Jeová), pelo fato de ser também chamado de “Senhor”, e que na verdade ele não é Deus, porque seu senhorio é diferente.

 

1 Corintios 8:5,6

 “Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores); Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por Ele”. – Paulo.

 

Este versículo parece aumentar a confusão. Por que começar com ele? Porque ele é usado por trinitários para afirmar a sua fórmula – três em um – e por antitrinitários para refutar tal posição.

 

 

A posição trinitária

Embora Jesus é chamado de “um só Senhor,” não é dito a exclusão do Pai, pois o Pai é chamado de Senhor em muitos lugares. Apocalipse 11:15, por exemplo, refere-se ao Reino do nosso Senhor e seu Cristo. Este texto diz perfeitamente que “cada um é Senhor e Deus, mas não são três Senhores ou três Deuses, mas um”. 1 Coríntios 8: 6, portanto, na verdade, serve para provar a Trindade.

 

Nossa Posição

Em nenhum lugar nas Escrituras, Jesus falou que ele o Pai é “um só Deus”, em vez disso, Deus é especificamente distinto do Filho, que “para nós é o nosso único Senhor”. Isto é de grande importância.

 

 

A questão

Os trinitários parecem ter a vantagem; como Deus pode ser o nosso Senhor, mas Jesus descrito como “um só Senhor”, ele não pode ser Deus? Com essa pergunta em mente, vamos examinar as escrituras olhando para o que ela diz sobre Senhorio de Jesus. Se pudermos encontrar uma diferença entre o Senhorio de Jesus e de Deus, então podemos fazer um caso contra a Trindade.

 

 

Atos 2:36

“Saiba pois com certeza toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.”

 

Senhor (Jeová) nunca se tornou Deus, ele sempre foi Deus. Portanto, o fato de que Jesus foi feito Senhor implica que seu senhorio difere de Deus, isto é, ele foi feito Senhor por Deus, que já era o Senhor.

 

Trinitários podem fornecer alguns argumentos para a nossa afirmação:

 

Jesus já foi chamado de senhor no Salmo 110:1

“Jeová declarou ao meu Senhor [de Davi]….” – Davi

 

Jesus já foi chamado de Senhor em Lucas 1:43

 

“E donde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor?” – Elisabete (Isabel).

 

Jesus já foi chamado de Cristo e Senhor antes de seu batismo em Lucas 2:11

 

“Pois, na cidade de David, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o SENHOR.” – Anjos.

 

Jeová sempre tem de receber a glória, honra e poder

 

“Digno és, Senhor de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”. – 24 anciãos.

 

 

A orientação deste contra argumento é afirmar que Jesus só foi figurativamente feito Senhor da mesma maneira que Deus recebe, mas já tem a glória e a honra e o poder. Afinal, será que eles estão certos em dizer que antes de sua ascensão já era o Senhor da mesma maneira que ele é agora?

 

Em primeiro lugar, isso não é mostrado nos texto apresentados. Em segundo lugar, nós não negamos que ele já era Senhor antes de sua ascensão. Em vez disso, temos que “especialmente depois da morte e ressurreição de Jesus o seu título de Senhor assumiu grande importância.” ( Estudo Perspicaz das Escrituras ) A relevância desta nuance não pode ser subestimado.

 

 

Quando Jesus foi feito Cristo?

Comentando sobre a nomeação de Jesus como Cristo, Estudo Perspicaz das Escrituras afirma: ” Isto ocorreu quando ele chegou cerca de 30 anos de idade, foi batizado em água, e foi ungido com o espírito de Jeová observado visivelmente sob a forma de uma pomba descer sobre ele.” Isso combina perfeitamente com o que Gabriel tinha dito a Daniel, “Messias, o Líder” iria aparecer depois de 62/69 semanas (de anos). Se ele já era Cristo antes de seu batismo, então ele não iria cumprir a profecia. Por que, então, Elisabete e os anjos já se referem a ele como Cristo? Porque, ele foi ordenado ser Cristo; ele estava qualificado para ser Cristo. Vamos ver exemplo incontestável de Ciro:

 

” Assim diz o SENHOR ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela sua mão direita, para abater as nações diante de sua face…” Isaías 45:1

 

 

Ciro já existia quando foi feita essa profecia? Não, assim como poderia o Senhor dizer: “a quem tomou pela sua mão direita”? Mesmo não sendo nem nascido, foi ele chamado por Deus de “seu ungido”. Claramente, não era que ele já estava ungido de Jeová, seria qualificado assim como um ungido do Senhor.

 

Na verdade, se aplicarmos a mesma lógica usada em Jesus em Ciro,( que já era Senhor e Cristo, da mesma maneira que é hoje antes de vir a terra) como podemos explicar a existência pré-humana de Ciro?

 

 

 

O que dizer de Salmo 110: 1? Davi tentou dar a entender que Jesus já estava sendo Senhor como ele é agora? Não, em vez disso, ele estava mostrando que o Messias era o seu próprio Senhor, maior que ele (Davi). Antes de Jesus ser feito Senhor como ele é agora, antes que ele ser exaltado, ele já era maior do que Davi. Assim, Davi estava mostrando que aquele que foi ótimo seria exaltado ainda mais. Mas Davi tinha em mente que Jeová era seu Senhor. [1]

 

No entanto, o Salmo de Davi nos mostra que Jesus ainda não estava em sua posição atual. Por quê? Vemos no mesmo Salmo o que ele escreveu:

 

“Jurou o SENHOR e não se arrependerá: Tu és um sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque.” Salmo 110:4

 

A respeito do qual, Estudo Perspicaz das Escrituras comenta: “Da mesma forma, Jesus foi ungido para atuar como Sumo Sacerdote de Deus, não como um descendente de Arão, mas à semelhança Rei Sacerdote Melquisedeque.” Ele não foi sempre o nosso Rei Sacerdote, então segue que ele não foi sempre Senhor como ele é agora.

 

Hebreus 5:7-10 mostra que Jesus teve que ser “aperfeiçoado” antes que ele pudesse se tornar Sumo Sacerdote de Deus. No entanto, Davi fala como se isso já aconteceu. Tomado literalmente, isso entraria em conflito com o que Hebreus diz, porque Jesus não poderia ter sido “nos dias da sua carne”[2].

 

Descobrimos que Cristo Jesus, o Sacerdócio foi dado por Deus. (Hebreus 5: 4) Portanto, parece que Jesus não é o Senhor (Jeová)  simplesmente porque ele é o nosso “único Senhor. ‘ O que significa e por que ele é chamado de nosso “um só Senhor ‘?

Ainda não está claro, mas será explicado mais adiante.

 

Acesse: “Senhor”é mesmo que Deus (Parte 2)

 

 

 

 

 

[1] Davi sentiu nenhum problema em se referindo a Cristo como “meu Senhor”, e ainda a Jeová como “Senhor”, sem pensar que eles formam um só Senhor.

 

[2] Hebreus 5:7, nota rodapé da Tradução do novo mundo revisada.

 

Anúncios

Um comentário sobre ““Senhor” é o mesmo que “Deus?” (Parte I).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s