ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS DESTAQUES DE SALMOS 142-150 DA SEMANA DE 26 DE SETEMBRO A 2 DE OUTUBRO DE 2016

apostila

ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS DESTAQUES DE SALMOS 142-150

DA SEMANA DE 26 DE SETEMBRO A 2 DE OUTUBRO DE 2016

Sal 143:8 — Como esse texto nos ajuda a usar cada dia da nossa vida para agradar a Deus? (w10 15/1 21 §§ 1-2)

Assim com Davi, ao acordarmos temos agradecer a Jeová por mais um dia de vida temos também que pedir a Ele que nos guie ao tomarmos decisões e escolhermos o melhor modo de agirmos. Como servos dedicados de Jeová, ‘quer comamos, quer bebamos, quer façamos qualquer outra coisa’, nos esforçamos em ‘fazer tudo para a glória de Deus’. Sabemos que a nossa conduta diária pode trazer tanto honra como desonra a Jeová. E lembramos que a Palavra de Deus diz que Satanás acusa os irmãos de Cristo — na realidade todos os servos de Deus na Terra — “dia e noite”. Portanto, estamos decididos a refutar as falsas acusações de Satanás e alegrar nosso Pai celestial Jeová prestando-lhe serviço sagrado “dia e noite”.

Sal 150:6 — Que obrigação nós temos, de acordo com o último verso do livro de Salmos? (it-1 371, “Boca”)

A boca é um órgão projetado por Deus para receber e preparar o alimento para o estômago, e também a boca foi projetada nos humanos, para falar. Todo proferimento oral deveria resultar em louvor para Ele. O salmista declarou que tudo o que respira louvará a Jeová; portanto, os humanos precisam usar sua boca para fazer isso, se quiserem viver. O apóstolo Paulo explica que a crença em Deus e no seu Filho, mesmo quando se crê de coração, não basta. Ela tem de vir acompanhada por uma declaração pública, a fim de resultar em salvação. Sua Palavra diz: “A boca do justo é fonte de vida.” Por conseguinte, a boca tem de ser cuidadosamente guardada, pois o mau uso tolo dela pode levar seu dono à ruína. Deus considera a pessoa responsável pelo que procede da sua boca.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?

USE UNS DOS ARGUMENTOS ABAIXO

O Diabo e seus agentes gostariam de impedir e parar completamente a nossa obra de proclamação do Reino de Deus. Quer sirvamos em países em que a adoração verdadeira em geral é permitida, quer sirvamos onde ela é suprimida, nossas orações unidas se harmonizam com a petição de Davi no SALMO 143:9 “Livra-me dos meus inimigos, ó Jeová. Busco a tua proteção.” Nossa segurança contra a calamidade espiritual está em morarmos no lugar secreto do Altíssimo. Temos que deixar que cada aspecto da nossa vida reflita o que nós sabemos que tem primazia fazer a vontade de Deus.

——————————————————————————————

Ana, a mãe do profeta Samuel, disse a respeito de Jeová Deus que ele “resguarda os pés dos que lhe são leais”. Quem são esses “leais”? O Rei Davi dá a resposta. Depois de exaltar as qualidades maravilhosas de Jeová, ele declarou no SALMO 145:10 “E os que te são leais te louvarão.” Talvez nós nos perguntássemos como os humanos podem bendizer a Deus. A maneira principal de se fazer isso é por louvar ou falar bem dele. E por meio da pregação das boas novas é uma das maneiras corretas de se fazer isso.

Que pontos da leitura posso usar no serviço de campo?

USE UNS DOS DESTAQUES ABAIXO

Embora Davi fosse um homem pecador e mortal, ele tinha fé em que Jeová daria ouvidos aos seus rogos. Suplicou humildemente no SALMO 143:1,2 “Ó Jeová, escuta a minha oração, Ouve a minha súplica por ajuda. Responde-me segundo a tua fidelidade e a tua justiça. Não entres em juízo com o teu servo,Pois ninguém que está vivo pode ser justo diante de ti..” Davi estava cônscio da sua imperfeição, mas o seu coração era pleno para com Deus. Tinha assim confiança em que receberia uma resposta justa. Embora não alcancemos o alvo da justiça de Deus, podemos confiar em que ele nos escute, se nosso coração for pleno para com ele. Nestes dias maus, ao passo que perseveramos em oração, temos de estar resolvidos a “vencer o mal com o bem”.

——————————————————————————————

Deus Provado Justo em Todos os Seus Atos. Pode-se ver que Deus, nos seus tratos com humanos imperfeitos, nunca viola suas próprias normas de retidão e justiça. Ele não declara pessoas pecadoras justas pelos próprios méritos delas, desconsiderando ou tolerando assim o pecado. No SALMO 143:1,2 Davi estava cônscio da sua imperfeição, mas o seu coração era pleno para com Deus. Tinha assim confiança em que receberia uma resposta justa. Mediante benignidade imerecida, Jeová proveu um arranjo legal, à base do sacrifício de Cristo, por meio do qual pode ser completamente justo e reto ao perdoar os pecados daqueles que exercem fé.

——————————————————————————————

 

Davi teve inimigos, assim como nós temos. Quer quando fugia de Saul, quer quando se via obrigado a se refugiar em lugares solitários, inacessíveis, ou quando, como rei, era hostilizado por inimigos, Davi teve seus períodos de ansiedade. Ele descreveu como isso o afetava noSALMO 143:3,4 “Porque o inimigo me persegue, Esmagou a minha vida no chão. Obrigou-me a morar na escuridão, como os que estão mortos há muito tempo. Meu espírito está desfalecendo; Meu coração está entorpecido dentro de mim..” Será que já tivemos motivos para nós nos sentirmos assim?

——————————————————————————————

O SALMO 143:5 indica o que Davi fazia quando confrontado com perigos e grandes provações: “Lembro-me dos tempos antigos; Medito em todos os teus atos; Reflito no trabalho das tuas mãos com vivo interesse.” Davi recordava os tratos de Deus com os Seus servos e como ele mesmo fora livrado. Meditava no que Jeová tinha feito a favor do Seu grandioso nome. Deveras, Davi mantinha-se preocupado com os trabalhos de Deus. Ao recordarmos as muitas vezes dos tratos de Jeová Deus com o seu povo, nós vamos nos fortalecer espiritualmente.

——————————————————————————————

Davi orou, pedindo ajuda, para que a seiva da vida não se secasse nele, no SALMO 143:6,7 ele diz: “Estendo minhas mãos a ti; Sou como uma terra esgotada, sedenta de ti. Responde-me depressa, ó Jeová; Minhas forças chegaram ao fim. Não escondas de mim a tua face, Senão eu serei como os que descem à cova.” Davi, um pecador, sabia que Deus se apercebia da sua situação. Ocasionalmente, nós também talvez sintamos que nossa espiritualidade atingiu um nível baixo. Mas essa situação não é desesperadora. Jeová, que ouve nossas orações, pode acelerar nosso restabelecimento por revigorar-nos por meio de anciãos amorosos, por artigos em A Sentinela ou por partes nas reuniões, que parecem aplicar-se exatamente a nós.

——————————————————————————————

O SALMO 143:8 diz: “Faz-me ouvir de manhã o teu amor leal, Pois confio em ti. Faz-me saber o caminho em que devo andar.” Ao acordar e agradecer a Jeová por mais um dia de vida, será que, como Davi, nós pedimos a Jeová que nos guie ao tomarmos decisões e escolhermos o melhor modo de agirmos?

——————————————————————————————

Para nos beneficiarmos do espírito de Deus, temos de estar dispostos a seguir sua direção, como Davi fez. Ele orou no SALMO 143:10 “Ensina-me a fazer a tua vontade, Porque tu és o meu Deus. Teu espírito é bom; Que ele me guie por terreno plano.” Davi, que fora proscrito pelo rei israelita Saul, queria que o espírito de Deus o guiasse, para ter certeza de que seu proceder era reto. O espírito de Deus pode fornecer ajuda dando a coragem e a força de que se precisa para dar testemunho como servo de Jeová.

——————————————————————————————

Como podemos perseverar mesmo em situações difíceis? O salmista nos dá o segredo no SALMO 143:4-7. Meditar nas atividades de Jeová, manter-nos preocupados com suas ações e orar pedindo sua ajuda.

——————————————————————————————

Com relação aos grandes atos que Jeová realizou em favor de Seu povo, Davi cantou no SALMO 145:5 “Falarão sobre o esplendor glorioso da tua majestade, E eu meditarei em tuas obras maravilhosas.” Mostramos interesse nessas obras por estudar a Bíblia e meditar no que lemos. Qual o efeito dessa meditação? Nosso apreço pela dignidade e esplendor de Deus aumenta.

——————————————————————————————

Assim como Davi temos que dar honra a Jeová. O SALMO 145:6 diz: “Falarão sobre os teus feitos, que inspiram temor; E eu declararei a tua grandeza.” Meditar nas obras maravilhosas de Deus deve fortalecer nossa relação com Jeová e nos motivar a falar a outros sobre ele com entusiasmo e determinação. Será que estamos declarando zelosamente as boas novas e ajudando as pessoas a ter apreço pela dignidade, esplendor e majestade de Jeová Deus?

——————————————————————————————

Ficamos contentes quando temos oportunidades de falar a outros sobre a bondade de Deus. A respeito do Seu povo, o SALMO 145:7 diz: “Falarão empolgados ao lembrar da tua imensa bondade. E gritarão de alegria por causa da tua justiça.” A cada dia da nossa vida, nos beneficiamos de alguma forma da bondade de Jeová. Que tal tomar por hábito agradecer a Jeová todo dia por sua bondade, sendo o mais específico possível? Se pensarmos nessa qualidade, agradecermos a Jeová diariamente por demonstrá-la e falarmos a outros sobre ela, ficará mais fácil imitarmos nosso Deus bondoso. E à medida que buscarmos maneiras de fazer o que é bom, como Jeová faz, nos achegaremos cada vez mais a ele.

——————————————————————————————

Todos os humanos já se beneficiaram da bondade de Jeová. OSALMO 145:9 diz: “Jeová é bom para com todos.” Quais são alguns exemplos de sua bondade ilimitada? A Bíblia diz: “Não se deixou sem testemunho, por fazer o bem, dando-vos chuvas do céu e estações frutíferas, enchendo os vossos corações plenamente de alimento e de bom ânimo.” Já sentiu aquela sensação de prazer ao saborear uma deliciosa refeição? Se não fosse pela bondade de Jeová em projetar a Terra com seu suprimento reciclável de água doce e com “estações frutíferas” que produzem muito alimento, não haveria refeições. Jeová demonstra essa bondade não só para com os que o amam, mas para com todos. Jesus disse: “Ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos.”

——————————————————————————————

É fácil identificar os servos leais de Jeová porque eles usam a língua para falar bem dele. A respeito de que costumam conversar nas reuniões cristãs ou sociais? Obviamente falam sobre o Reino de Jeová!Os servos leais de Deus têm os mesmos sentimentos de Davi, que cantou no SALMO 145:11. Eles proclamarão a glória do teu reinado. E falarão sobre o teu poder

——————————————————————————————

O alimento espiritual provido por Jeová não é só oportuno, mas também muito gratificante. Enquanto as nações estavam profundamente envolvidas no conflito da Segunda Guerra Mundial, o povo de Jeová foi ajudado a se concentrar em algo muito mais importante do que a sua própria salvação. Jeová os ajudou a compreender que a questão primária, envolvendo todo o Universo, se relaciona com a Sua soberania legítima. É realmente gratificante saber que cada Testemunha de Jeová, por sua lealdade, teve uma pequena parte na vindicação da soberania de Jeová e em provar que o Diabo é mentiroso! Dessemelhantemente de Satanás, que calunia a Jeová e o modo de ele governar, os leais a Jeová continuam a declarar publicamente o que Davi disse no SALMO 145:17. “Jeová é justo em todos os seus caminhos. E leal em tudo o que faz.”

——————————————————————————————

O SALMO 146:3 nos aconselha: “Não confiem nos príncipes. Nem nos filhos dos homens, que não podem trazer salvação.” Deve-se admitir que confiar em humanos nem sempre é errado. Esse texto simplesmente salienta que nunca é errado confiar em Deus, mas ter confiança em humanos imperfeitos pode às vezes resultar em calamidade. Por exemplo, os que confiam em humanos para realizar o que somente Deus pode — dar salvação e trazer plena paz com segurança — vão sofrer desapontamento.

——————————————————————————————

O SALMO 146:4 diz: “Seu espírito sai, e eles voltam ao solo; Nesse mesmo dia os seus pensamentos se acabam.” (Quando se diz que o espírito ‘sai’ do corpo, esta é meramente outra forma de dizer que a força de vida deixa de estar ativa. Assim, depois que a pessoa morre, seu espírito não existe qual ser imaterial que possa pensar e executar planos à parte do corpo. Não é algo com que os viventes possam comunicar-se após a morte da pessoa.)

——————————————————————————————

O SALMO 148:7 diz que até mesmo os “monstros marinhos” louvam a Jeová. Considere o que em geral é considerado o maior animal que já viveu neste planeta, a baleia-azul. Esse “monstro” marinho pode chegar a mais de 30 metros de comprimento. Pode igualar-se ao peso de uma manada de 30 elefantes adultos. Só a sua língua tem o peso de um elefante. O coração é do tamanho de um carro popular. Esse enorme órgão bate apenas 9 vezes por minuto — em contraste com o coração do beija-flor, que pode bater umas 1.200 vezes por minuto. Pelo menos um dos vasos sanguíneos da baleia-azul é tão grande que uma criança poderia se arrastar por dentro dele. Com certeza, nosso coração nos induz a repetir a exortação final do livro dos Salmos noSALMO 150:6.Tudo que respira, louve a Jah. Louvem a Jah.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s