ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – DESTAQUES DE PROVÉRBIOS 1-6 DA SEMANA DE 3-9 DE OUTUBRO DE 2016

imagem

ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS DESTAQUES DE PROVÉRBIOS 1-6

DA SEMANA DE 3-9 DE OUTUBRO DE 2016

Encontre jóias espirituais: 

Prov. 1:7 — Em que sentido o temor de Jeová é “o princípio do conhecimento”? (w06 15/9 pág. 17 par. 1; it-1 pág. 544 par. 2)

Sem o temor de Jeová não pode haver conhecimento, pois ele é o Criador de tudo e Autor das Escrituras. Ele é a Fonte de todo o conhecimento verdadeiro. Portanto, o conhecimento começa com o temor reverente de Jeová. Temer a Deus é também o início da sabedoria porque não pode existir sabedoria sem conhecimento. Além do mais, qualquer conhecimento que possa ter a pessoa que não teme a Jeová não o usará para honrar o Criador.

Prov. 6:1-5 — Algumas pessoas se envolvem em um acordo comercial que resulta em prejuízo. O que é certo fazer numa situação dessas? (w00 15/9 pág. 25 pars. 3-5)

O capítulo 6 de Provérbios começa com as palavras em  PROVÉRBIOS6:1-3. Meu filho, se você se tornou fiador do seu próximo, Se apertou a mão de um estranho, Se foi enlaçado pela sua própria promessa, Se foi apanhado pelas palavras da sua própria boca, Meu filho, faça o seguinte para se livrar, Pois você caiu nas mãos do seu próximo: Vá se humilhar e suplique logo ao seu próximo. — Este provérbio aconselha a pessoa a não se envolver nos tratos comerciais de outros, especialmente de estranhos.  Algumas instituições financeiras podem exigir um avalista antes de aprovarem um empréstimo que consideram arriscados. Seria imprudente comprometer-se assim apressadamente a favor de outros. Ora, isso pode enlaçar-nos financeiramente, até mesmo dando-nos um mau nome perante bancos e outros credores.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?

USE UNS DOS ARGUMENTOS ABAIXO

As declarações inspiradas reunidas no livro de Provérbios têm um objetivo duplo — ‘conhecer a sabedoria e a disciplina’ conforme dizPROVÉRBIOS 1:2. Tais declarações nos ajudam a adquirir sabedoria, que é a capacidade de ver as coisas com clareza e aplicar o conhecimento para resolver problemas. Por meio delas também recebemos disciplina, ou treinamento moral. Dar atenção a esses provérbios e aceitar seus conselhos pode influir no nosso coração, trazer felicidade e levar ao sucesso.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 1:4. Como o “raciocínio” pode servir de proteção? Ele pode nos alertar aos perigos para a nossa espiritualidade e nos motivar a adotar uma atitude correta como, por exemplo, evitar envolvimentos imorais com colegas de trabalho. Ajuda-nos a reconhecer que nossos irmãos cristãos são imperfeitos, o que fará com que evitemos uma reação precipitada ao sermos provocados. Pode ajudar-nos também a evitar pressões do materialismo, que poderiam nos desviar espiritualmente.

—————————————————————————————————

 Como devemos reagir, quando nós somos responsabilizados por algo que realmente fizemos? Alguns jovens tentam agir como se fossem vítimas da maior injustiça do mundo. Eles protestam, esperneiam, dizendo que os pais sempre os culpam por tudo. O que conseguem com isso? Os pais, frustrados, tomam medidas mais duras para convencer. A Bíblia dá o seguinte conselho em PROVÉRBIOS 1:7, 8 “O temor de Jeová é o princípio do conhecimento. Apenas os tolos desprezam a sabedoria e a disciplina. Escute meu filho, a disciplina do seu pai E não abandone a instrução da sua mãe.” Quando você admite seus erros e faz as mudanças necessárias, você pode aprender de seus erros.

Que pontos da leitura posso usar no serviço de campo?

USE UNS DOS DESTAQUES ABAIXO

Por que uma prostituta é chamada de “mulher estranha” (devassa)?PROVÉRBIOS 2:16, 17 refere-se à “mulher estranha” (devassa) como alguém “que se esqueceu do próprio pacto do seu Deus”. Quem adorava deuses falsos, ou fazia de si mesmo um estranho em relação à Lei mosaica por desprezá-la, como no caso de uma prostituta, era chamado de estranho.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 1:10-14. Devemos evitar nos envolver nas más ações de pecadores que tentam seduzir-nos com promessas de riqueza.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 3:3. Devemos valorizar muito a benevolência e a veracidade e exibi-las como se fossem um inestimável colar. É preciso também inscrever tais qualidades no coração, tornando-as parte de nós.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 4:18. O conhecimento espiritual é progressivo. Para permanecer na luz é necessário ser sempre humilde e manso.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 5:8. Devemos nos manter bem longe de todas as influências imorais, não importa se elas vêm por meio da música, do entretenimento, da internet, de livros ou de revistas.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 5:21. Será que alguém que ama a Jeová trocaria sua boa relação com o Deus verdadeiro em troca de poucos momentos de prazer? Naturalmente que não! O incentivo mais forte para mantermos a pureza moral é saber que Jeová observa nossos atos e nos considera responsáveis por eles.

PROVÉRBIOS 6:16-19. Aqui há sete coisas básicas que englobam quase todo tipo de transgressão. Devemos odiá-las.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 6:20-24. Ser criado com base nos princípios bíblicos pode proteger a pessoa contra a armadilha da imoralidade sexual. Os pais não devem negligenciar esse treinamento.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 7:4. Devemos desenvolver afeto pela sabedoria e compreensão.

—————————————————————————————————

Um dos objetivos de Provérbios é suprir ao moço conhecimento e raciocínio. PROVÉRBIOS 1:1-4. As informações contidas em Provérbios habilitam a pessoa a formular pensamentos e idéias salutares que possam dar orientação objetiva à sua vida. O raciocínio salvaguarda-a de seguir um proceder errado e de se associar com aqueles que a influenciariam para o mal, uma vez que a ajuda a ver a que tal ação a levaria. Isto resulta em bênção para a pessoa. A sabedoria e o raciocínio a salvaguardam de empenhar-se em atividades que conduzem à calamidade, e, assim, provam ser vida para a sua alma. Ela goza de segurança, não precisando temer que a justiça a apanhe por ter-se tornado culpada de transgressão.

—————————————————————————————————

Os arguciosos são prudentes — não simplórios. PROVÉRBIOS 14:15Conseguem prever o mal e preparar-se para ele. E a sabedoria nos habilita a ter pensamentos e idéias sadios que dão um objetivo intencional à vida. O estudo dos provérbios bíblicos deveras é recompensador, porque foram registrados para conhecermos sabedoria e disciplina. Mesmo os “inexperientes” que prestam atenção aos provérbios obterão argúcia, e o “moço”, conhecimento e raciocínio.

—————————————————————————————————

Os provérbios bíblicos, porém, não são apenas para os inexperientes e para os jovens. São para todos os bastante sábios para escutar.PROVÉRBIOS 1:5, 6 diz: “O sábio escuta e assimila mais instrução; O homem que tem entendimento obtém orientação perita Para entender provérbios e declarações intrigantes, As palavras dos sábios e os seus enigmas.” Quem já tem sabedoria aumentará seu saber por dar atenção aos provérbios, e o homem de entendimento aguçará sua capacidade de levar a vida com bom êxito.

—————————————————————————————————

Necessitamos também de entendimento, PROVÉRBIOS 1:5 diz: “O homem que tem entendimento obtém orientação perita”. O entendido consegue separar os fatores individuais dum assunto e perceber a relação que têm entre si. Assim como no caso dum quebra-cabeça, pode juntar as peças para poder enxergar o quadro inteiro.

—————————————————————————————————

O ponto focal de todo o verdadeiro conhecimento é Jeová, e aquele que o busca deve ter um temor de Deus, que o torne cuidadoso para não incorrer no desagrado de Jeová. Tal temor é o princípio do conhecimento conforme diz PROVÉRBIOS 1:7. Esse temor piedoso coloca a pessoa em condições de obter conhecimento exato, ao passo que aqueles que não tomam a Deus em consideração prontamente tiram conclusões erradas das coisas que observam.

—————————————————————————————————

O rei sábio dirige-se a seguir ao jovem em PROVÉRBIOS 1:8, 9. “Escute meu filho, a disciplina do seu pai E não abandone a instrução da sua mãe. Pois são uma linda coroa de flores para a sua cabeça E um belo adorno para o seu pescoço.” — No antigo Israel, os pais tinham a responsabilidade, dada por Deus, de instruir os filhos. Moisés exortou os pais: “Estas palavras que hoje te ordeno têm de estar sobre o teu coração; e tens de inculcá-las a teu filho, e tens de falar delas sentado na tua casa e andando pela estrada, e ao deitar-te e ao levantar-te.” As mães também exerciam uma considerável influência. Dentro da estrutura da autoridade de seu marido, a esposa hebréia podia fazer vigorar a lei da família.

—————————————————————————————————

Salomão declara em PROVÉRBIOS 1:20, 21 “A verdadeira sabedoria grita nas ruas. Ergue a sua voz nas praças. Clama na esquina das ruas movimentadas. Na entrada dos portões da cidade, ela diz.” Com voz alta e clara, a sabedoria grita em lugares públicos para todos a ouvirem. No antigo Israel, os anciãos davam conselhos sábios e faziam decisões judiciais junto aos portões da cidade. Para nós, Jeová fez a verdadeira sabedoria ser registrada na sua Palavra, a Bíblia, que está amplamente disponível. E seus servos se ocupam hoje em proclamar publicamente a mensagem dela em toda a parte. Deveras, Deus faz com que se proclame a sabedoria perante todos.

—————————————————————————————————

“O próprio conhecimento de Deus” é realmente um tesouro espiritual. Como você pode encontrá-lo? Uma dica está no versículo 4 do capítulo 2 de PROVÉRBIOS, onde Salomão compara esse conhecimento a “tesouros escondidos”. Pense no seguinte: Um tesouro escondido não sai de seu lugar sozinho e vai parar nas mãos de alguém que não fez nada para obtê-lo. É preciso esforço para encontrá-lo. Dá-se o mesmo com o conhecimento de Deus. Esse tesouro na verdade está ‘enterrado’ na Bíblia. Para encontrá-lo, precisamos nos esforçar.

—————————————————————————————————

O Rei Salomão, do antigo Israel, sabia com quanta determinação os homens cavam em busca dum tesouro escondido, e referiu-se a isso quando escreveu em PROVÉRBIOS 2:3-5.“ Além disso, se você clamar pelo entendimento E erguer a voz pedindo discernimento; Se você persistir em procurar essas coisas como a prata E continuar a buscá-las como a tesouros escondidos; Então você entenderá o que significa temer a Jeová E achará o conhecimento de Deus.”

—————————————————————————————————

De acordo com PROVÉRBIOS 2:11, 12. Poderá fazer muita coisa com ouro e prata, mas poderá fazer muito mais com compreensão e discernimento. Estes o ajudarão a tomar decisões corretas, a resolver problemas, a ser bem-sucedido no casamento e a encontrar felicidade.De modo similar, verdadeiro conhecimento e sabedoria o ajudarão a conhecer seu Criador, compreender seus propósitos, obedecer-lhe e agradá-lo. O ouro não lhe pode dar nada disso.

—————————————————————————————————

Se você demonstrar iniciativa, Jeová fará o resto, PROVÉRBIOS 2:6 diz:“ encontrará “o próprio conhecimento de Deus” . Apenas com a ajuda de Deus conseguimos entender plenamente as verdades da Bíblia. Você pode ter certeza do seguinte: Se pesquisar a Palavra de Deus com sinceridade, encontrará “o próprio conhecimento de Deus” — um tesouro que enriquecerá muito a sua vida.

—————————————————————————————————

Tornar o estudo pessoal uma ocasião agradável requer um esforço coerente. No entanto, os benefícios são muitos. Porque de acordo comPROVÉRBIOS 2:10, 11. “Quando a sabedoria entrar no seu coração E o conhecimento se tornar agradável para a sua alma”, diz Salomão, “O raciocínio o guardará E o discernimento o protegerá”.

—————————————————————————————————

Os que prezam a verdadeira sabedoria evitam associar-se com alguém que “fala perversidades”, quer dizer, algo contrário ao que é veraz e direito. O raciocínio e o discernimento dão proteção contra os que rejeitam a verdade só para andarem nos caminhos da escuridão, e contra os sinuosos e que têm prazer em fazer o mal. PROVÉRBIOS 3:32diz: Pois Jeová detesta a pessoa falsa, Mas tem amizade íntima com os íntegros

—————————————————————————————————

Quão gratos podemos ser de que a verdadeira sabedoria e as qualidades associadas com ela também nos protegem contra as veredas más de homens e de mulheres imorais! Salomão acrescenta que essas qualidades em PROVÉRBIOS 2:16-19 que são “para livrar-te da mulher devassa, das palavras macias da mulher imoral, Que abandona o companheiro da sua juventude E se esquece do pacto com o seu Deus; Pois a casa da mulher imoral conduz à morte; E seus caminhos, aos impotentes na morte. Ninguém que se envolve com ela voltará, Nem retornará às veredas da vida

—————————————————————————————————

É com bom motivo que a Bíblia nos aconselha em PROVÉRBIOS 3:5,6que diz: “Confie em Jeová de todo o seu coração; Não confie no seu próprio entendimento. Lembre-se dele em todos os seus caminhos, E ele endireitará as suas veredas.” Assim, antes de tomarmos qualquer decisão, precisamos recorrer à Bíblia para ver o conceito de Jeová sobre o assunto. Daí, devemos basear nossa decisão no ponto de vista dele. É assim que agimos com bom juízo, imitando o modo de pensar de Jeová.

—————————————————————————————————

“Não se torne sábio aos seus próprios olhos. Tema a Jeová e afaste-se do mal. Isso será uma cura para o seu corpo E revigoramento para os seus ossos.” diz PROVÉRBIOS 3:7, 8 O temor salutar de desagradar a Deus deve influir em todas as nossas ações, pensamentos e emoções. Esse temor reverente nos impede de fazer o que é mau, e é espiritualmente benéfico e revigorante.

—————————————————————————————————

Como provê Jeová Deus disciplina? Por meio de sua Palavra, a Bíblia Sagrada. Assim, ao lermos a Bíblia, ou quando um concrente nos traz à atenção os conselhos dela, e notamos que de algum modo não estamos à altura, estamos recebendo a disciplina de Deus. Por reconhecermos que essa disciplina é correta, e a aplicarmos, provamos que encaramos a verdade. Reconhecemos o direito de Deus de nos dar orientação e mostramos que somos do tipo de pessoas que ele quer na sua Nova Ordem. Sim, a nossa vida depende de aceitarmos a disciplina divina conforme diz PROVÉRBIOS 4:13.

—————————————————————————————————

A sabedoria é chamada de “árvore de vida para os que a agarram”, no sentido de que lhes suprirá aquilo de que precisam, não só para usufruir a vida atual, mas também para obter a vida eterna, a saber, conhecimento a respeito de Deus, e perspicácia e bom senso para obedecer aos Seus mandamentos conforme relata PROVÉRBIOS 3:18.

—————————————————————————————————

A Palavra de Deus diz em PROVÉRBIOS 3:27 “Não deixe de fazer o bem a quem você deve fazê-lo, Se estiver ao seu alcance ajudar.” O que podemos notar nesse provérbio com relação aos requisitos de Deus?Jeová não exige que nós tentemos nos igualar aos nossos irmãos quanto ao ‘poder’ que eles possa ter na mão, mas sim que o sirva com o que estiver ‘no poder da sua mão’. De fato, cada um de nós — não importa se é pouco ou muito ‘o poder da nossa mão’ — pode servir a Jeová de todo o coração.

—————————————————————————————————

Um modo básico para deixar de sermos “escravos do pecado” é evitar a tentação quando possível. PROVÉRBIOS 4: 14, 15 exorta: “Não entre na vereda dos maus E não ande no caminho dos perversos. Evite-o, não passe por ele; Afaste-se dele e siga em frente.” Muitas vezes sabemos de antemão se certas circunstâncias poderiam levar-nos a pecar. Portanto, é óbvio que, como cristãos, devemos ‘passar adiante’, ficando longe de alguém, de alguma coisa e de algum lugar que poderiam estimular em nós desejos errados e incentivar paixões impuras.

—————————————————————————————————

Muitos de nós sabem de cor o texto de PROVÉRBIOS 4:18 que diz: “Mas a vereda dos justos é como a brilhante luz da manhã, Que clareia mais e mais até a plena luz do dia.” Isso significa que a nossa conduta e o nosso entendimento dos propósitos de Deus melhoram com o passar do tempo.

—————————————————————————————————

A Bíblia diz: “Mas a vereda dos justos é como a brilhante luz da manhã, Que clareia mais e mais até a plena luz do dia” De acordo comPROVÉRBIOS 4:18 Deveras, é “a vereda”, não a pessoa, que “clareia mais e mais”. Se fizermos continuamente esforços de nos manter em dia com o entendimento cada vez mais claro da Palavra de Deus, que Jeová concede ao seu povo, faremos progresso espiritual. Neste caso, manter-se em dia significa avançar, e isto é algo que todos nós podemos fazer.

—————————————————————————————————

É com bons motivos que Jeová não nos enche constantemente com um montão de emocionantes coisas novas. Antes, ele lança aos poucos e progressivamente mais luz sobre a sua Palavra conforme relata PROVÉRBIOS4:18 Isto permite que seu povo assimile e pratique as coisas que aprende. Jesus seguiu o exemplo de seu Pai quando instruiu seus primeiros discípulos. Explicou-lhes a Palavra de Deus “até onde eram capazes de escutar”, ou “compreender”, conforme algumas traduções o expressam.

—————————————————————————————————

Que dizer dos que rejeitam a orientação de Deus? A Bíblia diz emPROVÉRBIOS 4:19 “O caminho dos maus é como a escuridão; Eles nem sabem o que os faz tropeçar.” Deveras, os iníquos são como alguém que tropeça no escuro. Mesmo seus aparentes êxitos são no melhor dos casos temporários, pois “não há sabedoria, nem discernimento, nem conselho em oposição a Jeová”.

—————————————————————————————————

Temos que seguir a orientação da Palavra de Deus, a Bíblia. Se fizermos isso, acharemos verazes as palavras de PROVÉRBIOS 3:5, 6 que diz: “Confie em Jeová de todo o seu coração; Não confie no seu próprio entendimento. Lembre-se dele em todos os seus caminhos, E ele endireitará as suas veredas.”

—————————————————————————————————

O capítulo 5 de PROVÉRBIOS usa a doçura do mel de favo para ilustrar a tentação para a imoralidade sexual a que a “mulher estranha” pode expor um homem com seus atrativos, usando encanto e palavras macias. Isto é um excelente aviso para os cristãos hoje em dia. “Os lábios duma mulher estranha estão gotejando como favo de mel e seu paladar é mais macio do que o azeite. Mas o efeito posterior dela é tão amargo como o absinto; é tão afiado como uma espada de dois gumes. Seus pés descem à morte”, diz o sábio. As palavras e ações macias, melosas, induzem o homem ao ato imoral, de modo que “de repente vai ele atrás dela, igual ao touro que chega ao abate”.

—————————————————————————————————

A epidemia de AIDS sublinha a veracidade das advertências da Bíblia de que “o efeito posterior” da imoralidade sexual “é tão amargo como absinto” conforme diz PROVÉRBIOS 5:3-5. É claro que a Bíblia refere-se primariamente a danos espirituais e emocionais. Mas não deve surpreender que a imoralidade sexual também tenha vários efeitos posteriores prejudiciais para o corpo.

—————————————————————————————————

O sábio Rei Salomão instou com os maridos em PROVÉRBIOS 5:18, 19.“Alegre-se com a esposa da sua juventude, Amável corça, graciosa cabra montesa.” Isto não pretendia rebaixar as mulheres. Pelo visto, Salomão aludia à beleza, à graça e a outras qualidades notáveis desses animais.

—————————————————————————————————

Nas Escrituras, uma palavra hebraica traduzida “vai humilhar-te” significa literalmente “pisoteia-te”. Assim, o sábio escritor de Provérbios aconselhou em PROVÉRBIOS 6:1-3 “Meu filho, se você se tornou fiador do seu próximo, Se apertou a mão de um estranho, Se foi enlaçado pela sua própria promessa, Se foi apanhado pelas palavras da sua própria boca, Meu filho, faça o seguinte para se livrar, Pois você caiu nas mãos do seu próximo: Vá se humilhar e suplique logo ao seu próximo.” Ou seja, deixe de lado o orgulho, admita seu erro, corrija os assuntos.

—————————————————————————————————

PROVÉRBIOS 6:30 declara: “As pessoas não tratam o ladrão com desprezo Se ele rouba para se satisfazer quando está com fome.” Essa declaração desculpa o roubo? De modo algum. O contexto mostra que mesmo assim Deus considera o ladrão responsável pelo seu erro.PROVÉRBIOS 6:31 diz: “Mesmo assim, quando descoberto, ele devolverá sete vezes mais; Entregará todas as coisas valiosas da sua casa.” Embora o ladrão que rouba porque está com fome talvez não esteja fazendo algo tão condenável como alguém que rouba por ganância ou para prejudicar outra pessoa, ainda assim, ele é responsável por ‘compensar’, ou devolver o que roubou. Quem quiser ter a aprovação de Deus não pode roubar em nenhuma circunstância.

—————————————————————————————————

Que a expressão “falto de coração” inclui a idéia de falta de bom senso ou discernimento é evidente do contexto em que é usada nas Escrituras. Em PROVÉRBIOS 6:32, o sábio diz que quem comete adultério “é falto de coração”. Outras traduções rezam aqui: “carece de senso” (CBC), “sem juízo” (BJ, BLH), “falto de entendimento” (Al, IBB), “insensato” (MC, PIB). O adúltero é “insensato” em vista dos frutos amargos de tal imoralidade sexual. Por fora ele talvez pareça ser alguém de boa reputação, mas o homem interior tem séria falta de desenvolvimento correto.

Anúncios

7 comentários sobre “ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – DESTAQUES DE PROVÉRBIOS 1-6 DA SEMANA DE 3-9 DE OUTUBRO DE 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s