ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – ISAÍAS 24-28 DA SEMANA DE  02-08 DE JANEIRO DE 2017  

apostila-12017

Is 26:15 — Como podemos ajudar a estender “todos os limites desta terra”? (Sentinela 15/07/15 pág. 11 parág. 18)

Jeová nos concede a honra de contribuir para a beleza de nosso paraíso espiritual. Fazemos isso por pregar com zelo as boas novas do Reino e por fazer mais discípulos. Sempre que ajudamos alguém a progredir até o batismo, estamos na verdade ampliando as fronteiras de nosso paraíso espiritual. — Isa. 26:15; 54:2.

Is 26:20 — O que provavelmente está incluído nos “quartosmencionados nessa profecia? (Sentinela 15/03/13 pág. 23 parág. 15-16)

Com a proximidade do fim do mundo de Satanás, as “dores de aflição” aumentarão. Mais assim como os israelitas na época do Êxodo, a “grande multidão” permanecerá organizada, sempre alerta às orientações divinas. Essas orientações virão de maneira teocrática, provavelmente por meio das congregações. De fato, os muitos milhares de congregações ao redor do mundo pelo visto se relacionam com os “quartos interiores” de proteção preditos em Isaías 26:20. Temos que valorizar as reuniões de congregação, aplicar prontamente as orientações que Jeová dá por meio das congregações, Heb. 13:17.

 

O QUE A LEITURA DA SEMANA ME ENSINOU SOBRE JEOVÁ?

ISAÍAS 24:18 diz: Quem fugir do som que causa pavor cairá na cova, E quem sair da cova será apanhado pela armadilha. Pois as comportas no alto se abrirão, E os alicerces da terra tremerão. O “grito de terror” é aqui o som exaltado daqueles que perseguem os habitantes da terra – os caçadores amedrontam as presas com gritos e sons. As “cataratas do alto” estão abertas, como acontecera em Génesis 7:11. Agora, porém, não se trata de uma inundação, mas o julgamento que se aproxima será tão destrutivo como fora o Dilúvio!

***********************************************************

ISAÍAS 24:19 diz: Esta terra se rompeu, Ela foi sacudida E se contorce violentamente. A terra está totalmente devastada – o globo material quebra-se e contorce-se. Os termos escolhidos por Isaías dão ao leitor uma autêntica imagem da agonia do planeta, como se estivesse a passar pelos seus momentos derradeiros ou por um terrível terremoto. Não podemos esquecer que esta profecia é um retrato inspirado do Apocalipse que porá fim à maldade.

*********************************************************** 

Já viu alguma vez uma criancinha apontar o pai para seus amiguinhos e dizer, toda contente e orgulhosa: “Esse é o meu pai!”? Os adoradores de Jeová têm todos os motivos para sentirem o mesmo a respeito dele. A Bíblia predisse em ISAÍAS 25:8,9 um tempo em que as pessoas fiéis exclamariam: “Eis! Este é o nosso Deus.” Quanto mais nós entendermos as qualidades de Jeová, tanto mais veremos que temos o melhor Pai imaginável. Certamente, compreendermos as qualidades de Jeová nos dá muitos motivos para nos achegarmos a ele.

 

QUE PONTOS DA LEITURA POSSO USAR NO SERVIÇO DE CAMPO?

ISAÍAS 24:1 diz: Vejam! Jeová vai esvaziar esta terra devastá-la, Ele vai virá-la de cabeça para baixo e espalhar os seus habitantes. Isaías refere que a “terra” ficará deserta. Muitos estudiosos bíblicos entendem que esta expressão não se refere propriamente ao nosso planeta, mas sim à terra física de Judá. Parece estar evidente a idéia da despovoação.

A população que remanescente será dispersa são os iníquos (os maus)

***********************************************************

ISAÍAS 24:2 diz: A mesma coisa acontecerá com todos: O povo e o sacerdote, O servo e o seu senhor, A serva e a sua senhora, O comprador e o vendedor, Quem empresta e quem toma emprestado, O credor e o devedor. Não haverá, da parte de Deus, distinção de pessoas quando chegar a hora do julgamento. Todas sofrerão de igual modo.

***********************************************************

ISAÍAS 24:3 diz: Esta terra será completamente esvaziada, Será completamente saqueada, Pois foi Jeová quem falou essa palavra. A visão de Isaías de uma “terra esvaziada” tem semelhança com o predito por Jesus, em Mateus 24:6-8, com várias calamidades a abaterem-se sobre o mundo.

***********************************************************

ISAÍAS 24:4 diz: A terra está de luto, está definhando. O solo produtivo murcha está desaparecendo. As pessoas de destaque desta terra definham. Aparentemente, “a terra” referem-se ao desanimo de todas as pessoas.

***********************************************************

ISAÍAS 24:5 diz: A terra ficou impura por causa de seus habitantes, Pois deixaram de lado as leis, Mudaram os decretos E violaram o pacto permanente.  O profeta Isaías estava preocupado com o fato de um terrível julgamento estar prestes a ser enviado por Deus para o mundo. Agora, Isaías passa a interessar-se pela causa que está por detrás de tal fato. Esta causa já é bem conhecida, e provocara já bastantes calamidades – trata-se da maldade humana! A terra encontra-se “profanada” pelos pecados dos seus habitantes.

***********************************************************

 ISAÍAS 24:6 diz: É por isso que a maldição devora esta terra, E os que habitam nela são considerados culpados. É por isso que diminuíram os habitantes dela, E restam pouquíssimos homens. Os habitantes (no caso os maus) são “consumidos” pelo desconforto da aparência de uma terra condenada.  

***********************************************************

ISAÍAS 24:8 diz: O som alegre dos pandeiros cessou; O barulho dos que viviam festejando acabou; O som alegre da harpa cessou. Os festejos, ruídos dos “contentes” e acompanhamentos musicais, característicos das épocas festivas (como as vindimas, período entre a colheita das uvas e o inicio da produção do vinho) têm um fim. Tudo parece ser desesperante – a miséria é grande no presente, mas parecem adivinhar-se  piores tempos para estas pessoas. Sobre este assunto, pode ler-se uma curiosa passagem de Apocalipse 18:22 que diz: Em você, Babilônia, nunca mais se ouvirá o som de cantores tocando suas harpas, nem o som de músicos, de flautistas e de trombeteiros; jamais se achará novamente artesão algum, de qualquer profissão, e jamais se ouvirá de novo o som da pedra de moinho.

***********************************************************

ISAÍAS 24:9 diz: Já não há canções quando bebem vinho, E a bebida alcoólica tem gosto amargo para os que a bebem. O versículo 9 não nos diz que os homens vão deixar de beber. Provavelmente, eles vão continuar a fazê-lo, numa busca por alienação. No entanto, o profeta refere que nem o álcool vai conseguir alegrá-los o suficiente para os fazer cantar.

***********************************************************

ISAÍAS 24:10 diz: A cidade abandonada está arrasada; Todas as casas estão fechadas, para que ninguém possa entrar nelas. Este versículo não parece referir-se a nenhuma cidade em particular. O caos reina nas cidades, onde já não existe mais vida cívica, leis ou governo. A expressão “cidade abandonada” pode também ser uma referência à futura desolação de Jerusalém. O fato de as casas estarem fechadas sugere que se temia a entrada de intrusos; o ambiente é de grande instabilidade e desconfiança.

***********************************************************

ISAÍAS 24:11 diz: Eles clamam por vinho nas ruas. Acabou toda a alegria; Desapareceu a exultação desta terra. Provavelmente, este forte desespero por obter vinho prende-se com os seus efeitos hilariantes, que poderiam obliterar momentaneamente as tristezas do quotidiano. No entanto, até a felicidade fictícia que o álcool pode produzir é negada aos habitantes da terra – de fato, “acabou a alegria”!

***********************************************************

ISAÍAS 24:12 diz: A cidade está em ruínas; O portão foi reduzido a um monte de destroços.Os portões das cidades, geralmente guardados com muito cuidado, estão agora partidos, e apodrecem. Isso mostra a desolação que se abateu sobre as cidades.

***********************************************************

ISAÍAS 24:13 diz: Pois assim acontecerá nesta terra, entre os povos:Será como a oliveira depois de ser batida E como a respiga no fim da colheita das uvas. No tempo descrito por Isaías, a condição da terra será semelhante ao que se verifica numa oliveira que acabou de ser varejada, ou numa vinha na qual as uvas foram colhidas – isto é, um pequeno “resto” de habitantes será deixada, como algumas azeitonas ou uvas que permaneceram após as colheitas. Isaías 17:6 tem fortes semelhanças com este versículo.

***********************************************************

 ISAÍAS 24:14 diz: Eles erguerão a voz, Gritarão de alegria. Desde o mar proclamarão a glória de Jeová. Mesmo no tempo de depressão e ruína, um “resto” irá sentir-se grato em relação a Jeová. No meio de sofrimentos e calamidades, erguerá a sua voz em adoração e oração, pois Jeová mostrou-Se misericordioso.

***********************************************************

 ISAÍAS 24:15 diz: É por isso que glorificarão a Jeová na região da luz;Nas ilhas do mar, glorificarão o nome de Jeová, o Deus de Israel. O clamor vem desde o “mar”, mostrando as regiões distantes em que a população remanescente se encontrava. O louvor a Deus estende-se por múltiplos lugares, incluindo ilhas remotas.

***********************************************************

 ISAÍAS 24:16 diz: Desde os confins da terra ouvimos cânticos:“Glória para o Justo!”

Mas eu digo: “Estou definhando, estou definhando! Ai de mim! Os traiçoeiros agiram traiçoeiramente; Com traição é que os traiçoeiros agiram traiçoeiramente.” O “resto” justo compreendeu que as calamidades que se abateram sobre a terra é, na verdade, o início da sua glória, e por isso proferem canções a esse respeito – “Glória ao justo!”. Até lá, continuará a haver “traidores”, que agem com “deslealdade” contra os justos. 

***********************************************************

ISAÍAS 24:17 diz: Pavor, covas e armadilhas o aguardam, ó habitante desta terra.

O homem será como um animal atormentado, a tentar escapar da captura, sempre sujeito a cair numa “cova” ou a ser apanhado pelo “laço”. Esta expressão parece significar que os habitantes da terra não estão seguros em nenhum local – se escaparem de um perigo, confrontar-se-ão com outro ainda pior! Jeremias usa a mesma imagem em Jeremias 48:43.

*********************************************************** 

ISAÍAS 24:21 diz: Naquele dia Jeová voltará a sua atenção para o exército do alto, acima, E para os reis da terra, na terra. Jeová irá punir “os exércitos do céu”, criaturas espirituais de uma elevada classe. Fala-se, portanto, dos anjos caídos, de que Paulo falou em Efésios 6:12. Os reis também serão parte do julgamento, pois tiveram grande influência nas nações que governavam. A maldade destas pode bem ser responsabilidade deles.

*********************************************************** 

ISAÍAS 24:22 diz: E eles serão ajuntados Como prisioneiros numa masmorra, E serão presos no calabouço; Depois de muitos dias se dará atenção a eles. Esta profecia pode se referir a Satanás em Apocalipse 20:2, onde diz que ele é preso durante mil anos.

*********************************************************** 

A classe do escravo fiel tem usado a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados para fornecer alimentação espiritual a todas as Testemunhas de Jeová. Ao passo que a cristandade e os demais deste sistema de coisas estão esfomeados por falta de alimento espiritual que dê vida, os do povo de Jeová se banqueteiam. (Amós 8:11) Isto se dá em cumprimento da profecia de ISAÍAS 25:6: “Jeová dos exércitos há de fazer para todos os povos, neste monte, um banquete de pratos bem azeitados, um banquete de vinhos guardados com a borra, de pratos bem azeitados, cheios de tutano, de vinhos guardados com a borra, filtrados.” Conforme mostram os versículos 7 e 8, este banquete continuará eternamente. Que bênção isto é agora para todos os que estão na organização visível de Jeová, e que bênção continuará a ser no futuro!

*********************************************************** 

Em ISAÍAS 25:6 prediz uma abundância de alimentos para todos os habitantes da terra em que “Jeová dos exércitos há de fazer para todos os povos, neste monte, um banquete de pratos bem azeitados, um banquete de vinhos guardados com a borra.” Os habitantes do Paraíso restaurado comerão pratos bem azeitados que sustentam o coração e fazem a face brilhar. Beberão vinho, bem amadurecido com a borra e filtrado, alegrando o coração. (Salmo 104:14, 15) Não haverá escassez de alimentos no Reinado milenar do “Príncipe da Paz”! Antes, haverá “superabundância”. — Salmo 72:16.

*********************************************************** 

A profecia se cumprirá com toda a certeza no iminente novo mundo, prometido por Deus. Nesta ocasião, a humanidade será aliviada dos problemas que agora sobrecarregam tantas pessoas. Na realidade, a profecia de ISAÍAS 25:7,8, garante que Deus usará seu poder criativo para fazer uma das obras mais maravilhosas de todos os tempos: “Ele realmente tragará a morte para sempre, e o Soberano Senhor Jeová certamente enxugará as lágrimas de todas as faces. E de toda a terra ele tirará o vitupério de seu povo, pois o próprio Jeová falou isso.” O apóstolo Paulo citou mais tarde esta passagem e a aplicou à ocasião em que Deus fará reviver os mortos, ressuscitando-os. Que obra maravilhosa esta será! 1Cor.15:51-54.

*********************************************************** 

Jeová providencia a salvação dos que recorrem à sua luz e orienta a vereda deles, conforme Isaías mostra em ISAÍAS 26:7,8 “A vereda do justo é retidão. Sendo tu reto, aplainarás o próprio rumo do justo. Sim, pela vereda dos teus julgamentos, ó Jeová, temos esperado em ti. O desejo da alma tem sido por teu nome e por tua recordação.” Jeová é um Deus justo, e os que o adoram têm de observar as normas justas dele. Quando fazem isso, Jeová os orienta, aplainando-lhes o caminho.Por acatarem a orientação dele, esses mansos mostram que têm esperança em Jeová e que de todo o coração prezam seu nome, sua “recordação”. Êx. 3:15.

*********************************************************** 

Durante o Dia do Juízo, os que sobreviverem ao Armagedom trabalharão para fazer da terra um paraíso. É neste paraíso que os mortos serão bem acolhidos. (Lucas 23:43) Que felicidade haverá quando as famílias há muito separadas pela morte, forem novamente reunidas! Sim, quão agradável será viver em paz, ter boa saúde e receber instrução a respeito dos propósitos de Deus! A Bíblia diz emISAÍAS 26:9 “Quando há julgamentos teus para a terra, os habitantes do solo produtivo certamente aprenderão a justiça.” Durante o Dia do Juízo todas as pessoas aprenderão a respeito de Jeová e terão plena oportunidade para lhe obedecer e servi-lo.

*********************************************************** 

Nas condições paradísicas que Jesus Cristo e seus 144.000 reis associados julgarão a humanidade. As pessoas que escolherem servir a Jeová estarão em posição de receber a vida eterna. Mas, mesmo nestas melhores das circunstâncias, alguns se recusarão a servir a Deus. Como dizem as Escrituras em ISAÍAS 26:10 “Ainda que se mostre favor ao iníquo, ele simplesmente não aprenderá a justiça. Na terra da direiteza ele agirá injustamente.” Assim, depois de terem recebido plena oportunidade de mudar seu comportamento e de aprender a justiça, tais iníquos serão destruídos. Alguns serão mortos mesmo antes de findar o Dia do Juízo. (Isaías 65:20) Não se lhes permitirá ficar para corromperem ou estragarem a terra paradísica.

*********************************************************** 

ISAÍAS 26:11 diz: “Ó Jeová, tua mão ficou elevada, mas eles não a observam. Observarão e ficarão envergonhados diante do zelo pelo teu povo. Sim, o fogo para os teus próprios adversários é que os consumirá.” Nos dias de Isaías, a mão de Jeová mostrou-se estar enaltecida quando Ele protegeu seu povo por agir contra os inimigos deles. Mas a maioria não reconheceu isso. Com o tempo, os que preferiram a cegueira espiritual seriam forçados a ‘observar’, ou reconhecer, a Jeová quando fossem consumidos pelo fogo de seu zelo. (Sofonias 1:18) Posteriormente, Deus disse a Ezequiel: “Terão de saber que eu sou Jeová.” — Ezequiel 38:23.

*********************************************************** 

O profeta Isaías pintou o seguinte quadro comovente da ressurreição em ISAÍAS 26:19 “Teus mortos hão de viver, seus corpos se reerguerão. Os que dormem no pó vão acordar e gritar de alegria; pois o teu orvalho é um orvalho de luz cintilante, e a terra dará os que há muito morreram novamente à luz.” Os mortos estão na situação mais segura que se pode imaginar, como um bebê protegido no útero da mãe. De fato, os que estão descansando na sepultura estão perfeitamente preservados na memória ilimitada do Deus todo-poderoso. (Lucas 20:37, 38) Em breve serão trazidos de volta à vida, sendo recepcionados num mundo feliz e acolhedor, de modo bem semelhante a como um bebê é recebido por uma família dedicada e ansiosa à sua espera. Portanto, há esperança até mesmo diante da morte.

*********************************************************** 

Em ISAÍAS 28:11, lemos: “Porque por meio dos que gaguejam com os seus lábios e por uma língua diferente ele falará a este povo.” Para Judá, o ensino de Isaías soava como se ele estivesse balbuciando numa língua estrangeira. Embora Judá sobrevivesse à ameaça assíria que derrotara Israel, com o tempo Jeová agiu para com Judá por meio de outro estrangeiro, Nabucodonosor. (Jeremias 5:15-17) A língua babilônica soava dura e balbuciante para aqueles hebreus. Mas, foram obrigados a ouvi-la quando Jerusalém e seu templo foram destruídos, em 607 AEC, e seus habitantes foram arrastados para o exílio na Babilônia. Também hoje, a cristandade em breve terá de sofrer porque, como o antigo Judá, ela desconsidera as exortações de Jeová.

 

Anúncios

Um comentário sobre “ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – ISAÍAS 24-28 DA SEMANA DE  02-08 DE JANEIRO DE 2017  

  1. Rosania Albano says:

    Isaias 26:4 fala da confiança que devemos ter em Jeová nossa Rocha eterna…Eu aprendi que qualquer que seja a pressão que tenhamos que combater no nosso dia a dia , devemos estar determinados a permanecer entre os que tem esta confiança sólida em Jeová nossa Rocha por tempo indefinido…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s