ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – JEREMIAS 29-31 DA SEMANA DE 24-30 DE ABRIL DE 2017

Jer. 29:4, 7 — Jeová disse para os judeus em Babilônia ‘se empenharem pela paz da cidade’. Por quê? Como isso se aplica a nós? (Sentinela 01/05/96 pág. 11 parág. 5)

 

O fiel profeta Jeremias foi inspirado por Jeová para dizer aos exilados judeus que eles se deviam sujeitar aos governantes enquanto no exílio em Babilônia e até mesmo orar pela paz daquela cidade. Escreveu-lhes na sua carta: “Assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel, a todo o povo exilado . . . ‘Buscai a paz da cidade à qual vos exilei e orai por ela a Jeová, porque na sua paz se mostrará haver paz para vós mesmos.’” (Jeremias 29:4, 7) Os do povo de Jeová sempre têm motivo para ‘buscar a paz’ para si mesmos e para a nação em que vivem, a fim de ter liberdade para adorar a Jeová. — 1 Pedro 3:11.

 

Jer. 29:10 — Como esse texto mostra que as profecias da Bíblia se cumprem nos mínimos detalhes? (Despertai! 06/12 pág. 14 parág. 1-2)

 

Cumprimento: Após 70 anos de exílio, de 607 a 537 AEC, o Rei Ciro da Pérsia libertou os judeus cativos e permitiu que voltassem para sua terra natal a fim de reconstruir o templo em Jerusalém. — Esdras 1:2-4.

O que a História revela:

● Será que os israelitas ficaram mesmo cativos em Babilônia por 70 anos, conforme predito pela Bíblia? Veja o comentário de Ephraim Stern, importante arqueólogo israelense: “De 604 AEC a 538 AEC — não há absolutamente nenhuma evidência que sugira ocupação. Por todo aquele tempo, nem uma única cidade destruída pelos babilônios foi restabelecida.” Esse período em que não há evidência de ocupação ou restabelecimento de territórios conquistados corresponde de perto ao período em que a nação de Israel ficou exilada em Babilônia de 607 a 537 AEC. — 2 Crônicas 36:20, 21.

 

O QUE VOCÊ APRENDEU SOBRE JEOVÁ NA LEITURA DA SEMANA?

 

Embora a ação divina impedisse que a visita dos astrólogos orientais causasse a morte do menino Jesus, a cidade de Belém e seu território circunvizinho sofreu a perda de todos os seus meninos de até dois anos de idade, assassinados às ordens do Rei Herodes. (Mt 2:12, 16) Em Mateus 2:17, 18, o escritor inspirado citou a profecia de JEREMIAS 31:15 como se aplicando ao que ocorreu então. 

***********************************************************

Matança de Crianças. O relato bíblico sobre a matança ordenada por Herodes, de todos os menininhos de até dois anos de idade em Belém e nos seus distritos, está em harmonia com outros relatos históricos sobre Herodes e sua índole iníqua. Isto ocorreu pouco antes da morte de Herodes, porque Jesus escapou por ser levado pelos pais ao Egito, mas eles retornaram e se estabeleceram na Galiléia após o falecimento de Herodes. Estes dois eventos foram preditos por Jeová por meio do seu profeta Jeremias em JEREMIAS 31:15.

***********************************************************

Tanto na época de Jeremias como nos dias de Jesus, Mat. 2:16-18, a expressão “Raquel chorando por seus filhos” representou bem o pesar das mães judias por seus filhos assassinados, conforme o relato deJEREMIAS 31:16. Mas sabemos que os que foram para a “terra do inimigo”, a morte, poderão ser libertados desse inimigo quando os mortos forem ressuscitados.

***********************************************************

Encontramos uma evidência bem vívida do perdão de Jeová emJEREMIAS 31:20. Décadas antes dos dias de Jeremias, Jeová puniu o reino de Israel ao norte, de dez tribos, (representado por Efraim, a tribo mais destacada) por causa de sua idolatria. Eles foram levados ao exílio. Mas Deus estava profundamente apegado ao povo daquela nação e mostrou terna afeição por eles. Ainda os amava como a “um menino tratado com mimo”, isto é, com carinho. Quando pensava neles, suas entranhas ‘ficavam turbulentas’, ou seja, isso mexia com seus sentimentos mais profundos. Esse relato, no contexto do novo pacto, mostra como Jeová perdoa liberalmente os que se arrependem de sua má conduta.

***********************************************************

Jeremias foi inspirado a dizer em JEREMIAS 29:8,9 “Pois assim diz Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: “Não se deixem enganar pelos seus profetas e pelos seus adivinhos, que estão entre vocês, nem dêem ouvidos aos sonhos que eles estão tendo. Pois ‘eles estão profetizando mentiras para vocês em meu nome. Eu não os enviei’, diz Jeová. Visto que esses falsos profetas eram “adivinhos”, seus sonhos podem ter sido influenciados por forças espirituais iníquas com o objetivo de enganar o povo.

***********************************************************

Perguntar “Onde está Jeová?” significava que os judeus deviam procurar orientação divina ao tomar decisões, grandes ou pequenas. Naquela época, os judeus não fizeram isso. Mas depois da destruição de Jerusalém e de seu retorno de Babilônia, de acordo com a profecia, eles ‘procurariam a Jeová’ e ‘o buscariam’. Por fazer isso, eles o achariam e conheceriam os seus caminhos de acordo com o relato de JEREMIAS29:13,14. Como poderiam fazer isso? Uma maneira seria por se dirigir a Deus através de orações sinceras, pedindo sua orientação. Essa foi a atitude do Rei Davi. Ele disse a Deus no Sal. 25:4 “Faz-me saber os teus caminhos, ó Jeová; Ensina-me as tuas veredas.”

***********************************************************

A tribo de Efraim tornou-se a mais destacada do reino setentrional de dez tribos, seu nome muitas vezes representando aquele reino inteiro.Visto que Jeová decidiu que Efraim, em vez de Manassés, o verdadeiro primogênito de José, recebesse a bênção de filho primogênito de seu avô Jacó, Jeová chamou a tribo de Efraim corretamente de “meu primogênito”, de acordo com o relato de JEREMIAS 31:9,20.

*********************************************************** 

 

QUE OUTRAS JÓIAS ESPÍRITUAIS VOCÊ ENCONTROU NA LEITURA DA SEMANA?

 

O livro de Esdras é proveitoso, em primeiro lugar, por mostrar a infalível exatidão com que as profecias de Jeová são cumpridas. Jeremias, que predissera com tanta exatidão a desolação de Jerusalém, predisse também sua restauração após 70 anos. Bem na hora, Jeová mostrou sua benevolência ao trazer o seu povo, um fiel restante, de volta à Terra da Promessa, a fim de praticar a adoração verdadeira, conforme o relato de JEREMIAS 29:10.

***********************************************************

A melhor maneira de entender a essência da expressão bíblica “benevolência” é estudar o modo como Deus tem tratado seus adoradores verdadeiros ao longo das eras. Jeová protegeu e alimentou os israelitas quando eles passaram 40 anos no deserto. Na Terra Prometida, Deus providenciou juízes para livrar o povo de seus inimigos e trazê-lo de volta à verdadeira adoração. Visto que Jeová apoiou seu povo em épocas boas e más durante todos aqueles séculos, ele podia dizer em JEREMIAS 31:3, “Eu amo você com um amor eterno. Por isso eu a atraí a mim com amor leal.”

***********************************************************

Quando Satanás tentou Eva no jardim do Éden, sua primeira tática foi abalar sutilmente a confiança dela na bondade de Jeová. O Criador dissera a Adão: “De toda árvore do jardim podes comer à vontade.” Das milhares de árvores que devem ter adornado aquele jardim, Jeová reservara apenas uma. Mas note como Satanás formulou sua primeira pergunta a Eva: “É realmente assim que Deus disse, que não deveis comer de toda árvore do jardim?” (Gênesis 2:9, 16; 3:1) Satanás distorceu as palavras de Jeová para fazer Eva pensar que Ele a estava impedindo de ter algo bom. Infelizmente, a tática funcionou. Eva, como muitos homens e mulheres depois dela, começou a duvidar da bondade de Deus, a fonte de tudo o que ela possuía. Todos sabemos quais foram os lastimáveis resultados dessas dúvidas. Por isso, tenhamos bem em mente as palavras de JEREMIAS 31:12: “Certamente . . . ficarão radiantes com a bondade de Jeová.” A bondade de Deus deveria, de fato, nos deixar extremamente alegres. Não precisamos duvidar das motivações de nosso Deus bondoso. Podemos confiar totalmente nele, porque ele deseja só o bem para aqueles que o amam.

Anúncios

4 comentários sobre “ENCONTRE JÓIAS ESPIRITUAIS – JEREMIAS 29-31 DA SEMANA DE 24-30 DE ABRIL DE 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s